Chega de desculpas esfarrapadas

Você vive justificando seus erros? Então, é hora de mudar e passar a ser um homem no sentido literal da palavra


Por Eduardo Prestes/ Foto: Fotolia

Parece que quando tentamos definir e entender qual deve ser o perfil de um homem de verdade surgem grandes dificuldades para chegar a um consenso. Alguns dizem que o homem se perdeu na jogada e não sabe mais para aonde vai. Existem também os que acreditam que os conceitos que até bem pouco tempo definiam o homem têm de ser reavaliados e alertam que isso pode contribuir para que recuperem o espaço perdido e possam evoluir. Talvez o mais correto nesse momento seja refletir um pouco mais sobre o assunto.

Perfil
Se você perguntar por aí o que é ser homem, muitos responderão com toda convicção que é ser durão, ser firme ou ser alguém que não aceita ser mandado por outra pessoa e que faz tudo do seu próprio jeito. Outros dirão que é ser superior à mulher (alguns costumam até fazer piadas sobre isso). Alguns insistirão que são aqueles caras que aguentam as pauladas que a vida lhes dá, não sentem dor, não choram nem reclamam de nada. Mas talvez esses perfis estejam equivocados em alguns aspectos e em desacordo com o que a realidade exige.

Espelho
Mas de que maneira se forja um homem com essas características? Pode ser que em algum momento da infância tenha faltado ao menino um bom exemplo paterno, em razão do falecimento dele ou da separação dos pais, ou que a postura do pai fosse de maltratá-lo ou de permitir que ele fizesse tudo, sem lhe dar limites. A verdade é que a criança é sempre espelho do pai. Na falta deste, o garoto aprende com quem está mais perto e, muitas vezes, pode não escolher a melhor opção. Pode ser o amigo que tem quase a mesma idade e sabe tão pouco da vida quanto ele; o tio que até tenta ajudar, mas que passa mais tempo na rua e acaba não sendo uma boa referência; ou até o bandido que alicia jovens para o seu negócio ilícito, por exemplo.

Desculpas
O fato é que grande parcela dos homens usa as situações acima como uma explicação para o seu comportamento e até diz: “sou assim porque passei por isso e não vou mudar”. Você até pode ter passado por adversidades, mas perceber que elas ainda atrapalham a sua vida pode ser a oportunidade para mudar suas atitudes. O que você não deve fazer é continuar justificando suas condutas porque passou por acontecimentos como os citados anteriormente. Essa é uma desculpa esfarrapada que não cola mais.

Primeiro passo
Isso não quer dizer que o homem tenha de perder suas características masculinas. Não é nada disso. Ele deve aprimorá-las. Ser homem é ser honesto, leal, generoso, saber respeitar os outros e até ter bom humor. Afinal, nenhuma mulher quer passar a vida com alguém que a desrespeite ou não seja um pouco divertido. Por isso, policie sua conduta e use sempre o que você tem de melhor. Mas, antes de tudo, uma postura é fundamental: deixe para trás as características de quando era criança. Ser homem é mais do que ser menino. É ser responsável e entender a importância disso para si e para quem está à sua volta.

Mudança
Não tenha receio de procurar ajuda. Converse com pessoas que são mais experientes e, no dia a dia, aprenda a argumentar sabiamente sobre o que você pensa e quer. Saiba trocar ideias, em vez de impor os seus pontos de vista. Para isso, prepare-se: leia, estude e cresça mentalmente. Esteja conectado com os avanços da sua profissão e trate bem a todos, sem distinção. Mudar pode não ser fácil, mas o primeiro passo depende somente de você.

Um homem maduro 

Você está satisfeito consigo mesmo e com a maneira que se comporta frente a várias situações? Como você acha que Deus vê a sua maturidade atualmente? Você tem sido maduro ponto de Ele lhe dar outras bênçãos e responsabilidades? Veja mais aqui.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chega de desculpas esfarrapadas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games