Belém, o lugar em que o Senhor Jesus veio ao mundo

Saiba mais sobre essa cidade mencionada no Texto Sagrado

Por Por Marcelo Rangel / Fotos: iStock

Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Lucas 2.11

Esse trecho bíblico, embora bastante curto, é repleto de informação e significado ao revelar não só o nascimento do Redentor na pessoa do Senhor Jesus, como também o local: Belém, a “cidade de Davi”, conforme as profecias que citavam que o Messias nasceria da linhagem do segundo rei de Israel.

Os primeiros sinais de habitação na região, por tribos cananeias, datam de 3 milhões de anos a.C. (antes de Cristo). Pequenas cidades começaram a surgir lá, inclusive Beit Lahama (“Casa de Laham”, em hebraico, em homenagem ao deus pagão caldeu da fertilidade), de onde pode ter se derivado Beit Lehem e Bethlehem, o nome atual. Disputada por vários povos, a cidade foi tomada pelos gregos, que a ocuparam por mais de um século até ser tomada pelos romanos em 63 a.C..

Mas Belém também é cenário de outras importantes passagens da Palavra, desde Gênesis (quando se chamava Efrata), passando por Josué, Juízes, Rute, Samuel, Jó e Miqueias, até o Novo Testamento, em Mateus e Lucas. Lá, Davi foi escolhido por Deus por meio de Samuel e coroado. Gerações e gerações depois, a pequena cidade seria palco do cumprimento de uma profecia:

E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade. Miqueias 5. 2

Rute também viveu na região. Raquel, esposa favorita de Jacó, quis ser enterrada à beira do caminho em uma das entradas da cidade, onde ainda hoje se encontra seu túmulo (Gênesis 48.7), visitado por muitos.

José e Maria moravam em Nazaré. Com a esposa já grávida, conforme lhe dissera o anjo, o carpinteiro se dirigiu a Belém com ela para que respondessem ao censo, como era de costume naqueles tempos. Em estado avançado de gestação, Maria deu à luz o Senhor Jesus enquanto estavam naquela cidade, retornando depois a Nazaré, onde o menino cresceria.

Casa do Pão

Apesar da origem do nome em homenagem a um deus pagão, Beit Lehem, em hebraico, significa “Casa do Pão”. Bem apropriado para ser o berço daquele que, mais tarde, veio a ser conhecido como o “Pão da Vida”.

Vários povos tomaram a cidade ao longo dos séculos, constantemente destruída e reerguida. Hoje é local de peregrinação de cristãos, judeus e muçulmanos de todo o planeta. Localizada na região central da Cisjordânia, atualmente tem cerca de 30 mil habitantes, na maioria muçulmanos. Embora a administração seja palestina, o controle sobre o acesso à cidade é de Israel – que construiu um imenso muro em volta. Com estrutura moderna para a região, em seu entorno ainda são encontrados pastores de animais como nos tempos bíblicos, assim como importantes sítios arqueológicos nas zonas urbana e rural. Fica a apenas 10 quilômetros de Jerusalém.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Belém, o lugar em que o Senhor Jesus veio ao mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games