“Meu namorado ‘pegou’ 190 anos de prisão e quer se casar”



Por Por Camila Dantas / Foto: Fotolia

O que você faria se seu namorado recebesse a sentença de 190 anos de prisão e quisesse se casar? Este é o caso da aluna Dani, do A Escola do Amor Responde desta semana. Ela pediu ajuda para os professores Renato e Cristiane Cardoso, pois está com muitas dúvidas quanto a que atitude deve tomar. Confira a seguir as orientações do casal.

Dani – Estou com um homem há cinco anos. Ele está preso e “pegou” 190 anos de pena. Conheci a Deus há dois anos, me batizei e não tenho mais relações sexuais com ele. Ele quer se casar comigo e estou em dúvida se tomo ou não essa atitude. O que devo fazer?

Cristiane – Dani, eu não me casaria. Eu acredito que a sua dúvida já responde tudo, não acha? Ou seja, ela é um sinal de que você não gostaria de fazer isso. Quando você tem uma dúvida quanto a qualquer questão, é melhor não ir em frente. O seu namorado está preso e você não vai tê-lo como esposo. Por mais que ele possa assumir a posição de marido nos momentos íntimos de vocês, ele não vai poder ser o cuidador da família. O marido é o cuidador: ele protege, passa segurança e ajuda a esposa. Como é que o seu namorado, na situação em que está, vai fazer isso?

Renato – Ele não tem como ser um marido para você neste momento. Em outras palavras, é como se ele quisesse que você ficasse na prisão com ele, ainda que não seja atrás das grades. Ele até quer você fora das grades, mas presa a ele para o resto da sua vida.

Eu não sei qual a razão de ele estar preso nem o motivo de ele ter de cumprir 190 anos de pena, mas não foi por alguma coisa boa que fez. Isso não quer dizer que ele não tenha o direito de se casar e de exercer o papel de marido. No entanto você não tem obrigação de se casar com ele porque namoram há cinco anos.

Se você está em dúvida, peça a ele a permissão de seguir a sua vida. Pense se quer que ele lhe dê essa permissão ou não. Lembre-se de que vocês não são marido e mulher. Quando as pessoas são casadas e uma delas vai parar na prisão o caso é diferente.

Pelo fato de apenas namorar com ele, você pode decidir que não é isso que você quer. Infelizmente, pelo que ele fez e que resultou nessa sentença tão longa, ele arriscou não só a própria liberdade, mas jogou fora muitas outras coisas a que teria direito na vida. Essa é a consequência que ele está enfrentando por seus atos.

Isso não quer dizer que ele não possa se arrepender ou que não tenha a chance de se converter na prisão. Aliás, existe muito mais chance de ele se converter lá dentro do que muitas pessoas aqui fora. Ele tem a oportunidade de mudar de vida. Mas, neste momento, diante da situação atual, se você estiver insegura e se casar com ele, também vai se tornar uma prisioneira. É nisso que você tem de pensar.

Cristiane – A pessoa que já está casada fez um voto com o seu parceiro de ser fiel aconteça o que acontecer, mas você não fez isso ainda. Talvez ele queira se casar porque você deixou de se deitar com ele, vocês pararam de se relacionar sexualmente, então agora ele quer se casar para ter você novamente. Também pode ser que não seja isso, mas temos de ser práticos e pensar em todos os aspectos. As pessoas precisam deixar de se complicar na vida em nome do romance. Quem vê a situação do lado de fora pode achar lindo você se casar com ele, mesmo que ele esteja na prisão, mas para quem está vivendo essa realidade não é bem assim. Então, vamos ser práticas, Dani: eu não casaria. Agora a decisão é sua, claro.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Meu namorado ‘pegou’ 190 anos de prisão e quer se casar”

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games