A confiança que resulta no milagre

Layse Campos teve câncer no ovário aos 16 anos e alcançou a cura por meio da fé inteligente de sua mãe



Por Por Michele Francisco / Fotos; Cedidas

A estudante Layse Campos, de 20 anos (foto a dir.), começou a sentir uma rigidez incomum e muitas dores na barriga. Ela foi ao hospital e realizou alguns exames. Dias depois, precisou voltar ao médico, pois, além das dores no abdômen, estava também com dormência em uma das pernas.

Ela fez um exame de ultrassonografia, solicitado pelo ginecologista, no qual foi detectado um cisto. O profissional pediu para que ela saísse da sala de exames para que pudesse conversar em particular com a mãe dela, Rita de Cassia da Silva Fernandes. “Ele disse para a minha mãe que preferia que eu estivesse grávida, pois o que eu tinha era realmente muito grave”, conta.

O médico contou que a jovem estava com um tumor no ovário e que ele era muito grave, pois poderia estourar.

O que é?

Segundo o oncologista Ricardo Reis, do Hospital de Câncer de Barretos, de São Paulo, atualmente chamado de Hospital de Amor, o câncer de ovário nas fases iniciais não produz sintomas, por isso 70% dos diagnósticos são feitos quando a doença está em estágio avançado. “Quando a paciente sente sintomas, eles são inespecíficos, como inchaço e leve desconforto abdominal e alteração do hábito intestinal”, afirma.

O médico ainda revela que, quando o tumor é maligno e está contido na cápsula do ovário, há o risco de ele se romper e de contaminar todo o abdômen. Neste caso, é indicado que as pacientes façam tratamento quimioterápico, mesmo sabendo que as taxas de sobrevida não são altas.

Layse ficou uma semana internada no hospital sem saber que estava com a doença. Tudo que disseram para ela é que tinha um tumor e que a qualquer momento ele poderia estourar.

A jovem e sua família frequentam a Universal desde 2011. Nesse período complicado que estavam vivendo, a sua mãe e sua avó começaram a levar a água do milagre para que ela bebesse.

“No início, eu questionava Deus, pois eu estava com medo, eu não sabia o que eu tinha nem entendia o motivo de todo aquele cuidado e atenção dos médicos comigo. Mas minha mãe sempre falava para eu confiar em Deus, pois tudo daria certo. Graças à fé eu anulei qualquer medo.”

Os médicos realizaram o ultrassom, mas não conseguiram detectar com precisão a localização do tumor. “Os médicos explicaram para a minha mãe que, se o tumor estivesse dentro do ovário, eles poderiam retirá-lo. Caso estivesse fora, eles só recolheriam uma amostra para fazer uma biopsia, pois não tinha como tirá-lo. Depois da cirurgia, o médico conversou comigo e disse que ele só teve tempo de me abrir, pois o tumor estourou na mão dele”, lembra. O ovário direito de Layse precisou ser retirado.

Sua mãe e sua avó iam sempre às Reuniões de Cura em busca do milagre na vida de Layse.

Depois de recuperada da cirurgia e com alta do hospital, a jovem de 16 anos foi encaminhada para o tratamento de quimioterapia.

Seriam necessárias mais de dez sessões para que o tratamento chegasse ao fim. Layse respondeu bem e rapidamente às medicações.Dessa forma, apenas quatro sessões de quimioterapia foram realizadas.

A fé em Deus conduziu a adolescente à cura, pois a doença já estava em estágio avançado. A confiança em Deus, além de fortalecer a jovem – que enfrentou todas as situações de cabeça erguida, até mesmo quando ficou sem cabelo –, não permitiu que ela se deixasse abater.

Ao fim do tratamento, ela manteve o acompanhamento médico. Três meses depois da descoberta da doença, Layse recebia o diagnóstico de que não tinha mais nenhum resquício da enfermidade.

Quando deram alta para Layse, os médicos lhe disseram o quanto estavam surpresos em ver a evolução de sua saúde. Hoje a jovem tem uma vida saudável e sem nenhuma sequela. Com o seu relato de cura e de fé, ela pode compartilhar a própria experiência e falar da existência de Deus e do Seu poder para outras pessoas.

Reunião da Saúde restaurada

Direcionada a quem sofre com uma doença, dores ou problemas de saúde persistentes. Todas as terças-feiras, no Templo de Salomão ou em uma Universal mais próxima de você. Para saber os horários, acesse universal.org/enderecos

* A Universal ensina a prática da fé espiritual associada ao tratamento médico recomendado a cada paciente

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A confiança que resulta no milagre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games