De onde vem o desejo de acabar com a própria vida?

Depressão, desemprego, traição, vícios e doenças são algumas das motivações. Saiba o que fazer para evitar essa tragédia



Por Redação / Fotos: Reprodução

No dia 8 de julho último, o ex-jogador americano da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e também técnico de basquete, Billy Knight (foto abaixo), de 39 anos, foi encontrado morto em Phoenix, nos Estados Unidos. Na noite anterior, ele publicou um vídeo no seu canal do youtube relatando sua luta contra a depressão e contra as “escolhas erradas”.

No vídeo de desabafo, Knight dizia que essa seria a sua última mensagem. “Essa é provavelmente minha última mensagem na Terra. Mentiras foram ditas, traições e roubos. Eu fui um tomador… e é por isso que minha vida acabou onde está agora. A vida não é um jogo. Você não pode brincar com a vida. É sério! Não fui honesto com muitas pessoas, nem com a minha mãe e meu irmão. Estou perdido na vida e não encontro esperança. Não tenho amigos, mulher, namorada… Não tenho nada. Acho que não posso mais continuar”, disse ele.

“Ouço vozes na minha cabeça com frequência. Só peço a Deus por perdão por tudo errado que eu fiz. Você não pode levar uma vida em pecado. Continue sendo fiel ao seu Deus”, continuou ele, com a voz embargada.

O jogador então parece se despedir dos inscritos em seu canal e fala sobre o inferno e o céu. “Vou agora me arriscar a ir para o céu, para o inferno ou para o limbo.”

Busque a Deus

Entre os diversos fatores que levam alguém a cometer esse ato extremo de desespero estão a depressão, o desemprego, a traição, os vícios e as doenças. Os pensamentos depressivos, muitas vezes alimentados por situações como essas, tornam os problemas aparentemente impossíveis de serem resolvidos e podem encontrar no suicídio a única resposta. Isso porque os espíritos malignos se apossam das pessoas que estão distantes de Deus para que elas façam a vontade deles.

O que quem tem pensamento suicida precisa saber é que acabando com a vida, acaba-se também com a única oportunidade que ele teria de alcançar a verdadeira solução para o seu problema. Pois, é somente quando se está vivo que a pessoa tem a chance de ser ajudada e ter sua vida transformada.

Eliminar algo finito e com prazo de validade, como é o caso do nosso corpo, não é pior do que ter algo eterno, como é a nossa alma, sendo levada ao pior de todos os sofrimentos: uma eternidade sem paz, literalmente, como explica o Bispo Edir Macedo em seu blog:

“Quem disse que uma pessoa acaba após a morte? Isso simplesmente não faz sentido. O ser humano é formado de corpo, alma e espírito. Com a morte, os três também acabam. O corpo apodrece, isso já se sabe. O espírito volta para Deus. E a alma? Se a pessoa é salva, sua alma vai para o céu, mas, se não é, sua alma vai para o inferno. Não se resolve um problema fugindo dele. Porém, se você está passando por alguma situação que tem custado a sua paz, e pensamentos em dar cabo da sua vida lhe atormentam, então, busque a Deus.”

Caso queira participar de uma das reuniões que acontece diariamente na Universal, procure hoje mesmo a mais próxima de sua casa e acabe com este sofrimento. Clique aqui e encontre o endereço. Ou se preferir, compareça ao Templo de Salomão, localizado na avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste de São Paulo. Ou converse agora com um pastor online.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

De onde vem o desejo de acabar com a própria vida?

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games