Universal na Coreia do Sul

Conheça o trabalho que é desenvolvido pelos homens e as mulheres de Deus no país oriental



Por Por Daniel Cruz / Fotos: Cedidas

É uma manhã fria na cidade de Ansan, localizada na costa ocidental da Coreia do Sul. Por todos os lados, é possível ver prédios de fachadas retas e acinzentadas, com janelas grandes, repletas de luzes e painéis de lojas. Na rua, há inúmeras barracas coloridas de comerciantes e muitas pessoas transitam por ali (semelhante à foto abaixo).

Para quem tem o desejo de salvar vidas e levá-las a conhecer o Senhor Jesus, esse é o local ideal. No canto da calçada, nota-se uma mesa da Universal com um painel, que traz os dizeres: “Succeed in Life Church Korea” – o nome pelo qual ela é conhecida no país asiático.

O povo sul-coreano, em geral, é bastante aberto à comunicação. São curiosos, alegres e espontâneos. Gostam de conversar. De pedestre em pedestre, os homens e as mulheres de Deus abordam as pessoas divulgando a mensagem de fé, ouvindo as histórias de cada uma, fazendo orações pelos que desejam.

Plantando sementes

Os trabalhos evangelísticos foram iniciados desde março do ano passado na Coreia do Sul.

“No começo, nós abrimos um núcleo, nós alugávamos salas de reuniões e, ali, fazíamos um trabalho evangelístico ao redor, convidando as pessoas. Tudo desde o zero”, relembra o Pastor Diego Masumoto (foto ao lado, no Templo de Salomão, localizado na capital paulista), que acompanha o trabalho na região. Além dele, há também o Bispo David Higginbotham – que é o responsável pela Universal no país – e sua esposa Evelyn Higginbotham, bem como o Pastor Bruno Branco (foto abaixo, ao lado esquerdo) e sua esposa Bruna Branco.

A escolha por Ansan não foi ao acaso. Ela é um grande polo industrial, onde, por consequência, há uma quantidade enorme de trabalhadores – inclusive vindos de outros países. Isso permite com que a transmissão da Palavra do Altíssimo alcance um maior número de pessoas. Assim, participam dos encontros diários até mesmo muçulmanos e africanos, por exemplo, além do povo local. E já somam 5 pessoas batizadas nas águas – há 3 meses, ocorreu um dos batismos (foto abaixo).

Hyehwa: o começo

Apesar dos encontros principais acontecerem em Ansan, não foi ali que o trabalho começou, mas em Hyehwa – um bairro da capital Seul. Segundo o Pastor Diego, nesse lugar há uma comunidade forte de filipinos que chegaram à Coreia do Sul em busca de uma vida melhor. O ponto central dessa comunidade é um mercado gigante a céu aberto. E foi perto dele que a instituição alugou um espaço no Hyehwa Art Center (foto ao lado).

Como de costume, eram distribuídos panfletos para as pessoas dali, que continham informações sobre a igreja (semelhantes ao da foto abaixo).

Sobre as primeiras abordagens, o Pastor Diego se recorda: “Por eles serem de outra religião, eles ficaram muito desconfiados. Eles entenderam que a Universal era uma igreja. Mas que tipo de igreja? Então, tínhamos que ser bem sábios para podermos explicar para eles. ‘Nós somos todos cristãos e queremos ajudar quem tem problemas, quem sofre. Acreditamos em Deus. Nós estamos aqui para compartilhar a fé.’ E, ali, as pessoas aceitavam o convite.”

O Pastor acrescenta que muitos filipinos chegam aos encontros desejando uma mudança na área financeira, pois vivem em condições difíceis. Outro tema que os afligem muito é a distância que estão da família. Muitos estrangeiros estão há anos mantendo o contato com parentes apenas por meio digital.

Mais informações

Atualmente, o principal canal que a Universal utiliza no país para manter o contato com os frequentadores são as redes sociais. Você pode saber mais acessando a página oficial da instituição no Facebook.

As reuniões ocorrem em dois locais:

-Endereço principal:

457 (no 4º andar), Jungang-daero, Wongok-dong, Danwon-gu, Ansan-si, Gyeonggi-do, Coreia do Sul (em frente à estação de Ansan, do metrô, na linha 4).

De segunda-feira a sábado, às 10h, 15h e 19h. Aos domingos, às 10h, 15h e 18h.

-Trabalho especial:

264 (no 5º andar), Hyehwa-dong Changgyeonggung-ro, Seul, Coreia do Sul (ao lado da rotatória de Hyehwa).

Aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 15h.

Se você conhece alguma pessoa que esteja vivendo na Coreia do Sul – ou que tenha parentes e amigos lá -, compartilhe com ela essas informações e faça o convite para que procure a igreja. Caso, você faça uma viagem para o país oriental, não deixe, também, de visitar.

O que você achou do trabalho da Universal na Coreia do Sul? Compartilhe o seu comentário nas redes sociais.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Universal na Coreia do Sul

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games