A outra face de Raquel



Por Por Maiara Máximo / Fotos: Munir Chatak

A série especial Lia, da Record TV, que chegou ao fim no último dia 9, mostrou outro lado da história bíblica de Jacó (Felipe Cardoso) e de suas esposas, as irmãs Lia (Bruna Pazinato) e Raquel (Graziella Schmitt).

Jacó sempre foi apaixonado por Raquel, a filha mais nova de Labão (Theo Becker), e acaba caindo na armação do sogro. Labão promete a mão de Raquel, porém, no dia do casamento, na lua de mel, obriga a filha mais velha, Lia, a se deitar com Jacó. Ao descobrir que foi enganado, Jacó passa a desprezá-la, pois acha que ela sabia de todo o plano.

No entanto tudo foi programado por Labão e Raquel, para que Jacó ficasse mais alguns anos nas terras do sogro e trabalhasse em troca da mão da filha mais nova. Lia foi obrigada a participar da estratégia dos familiares, mas como sempre nutriu um grande amor por Jacó, suportou a frieza do marido e o descaso da irmã e se esforçava para ser uma esposa cada vez melhor.

Lia era uma mulher de fé e deu seis filhos a Jacó, o que despertou ainda mais a fúria de Raquel, que ainda não tinha nenhum filho. Desesperada, pela primeira vez Raquel pede ajuda à irmã para orar a Deus e se tornar mãe. É quando Raquel dá à luz ao filho José (Bruno Peixoto). Anos mais tarde, quando todos os filhos de Jacó já estão na idade adulta, nasce Benjamin. Raquel não resiste ao parto e morre.

O reconhecimento

O público que acompanhou a série especial já conhece o final da história: Jacó reconhece que Lia foi a mulher escolhida por Deus para estar ao seu lado e lhe dar filhos. Raquel, por quem Jacó foi apaixonado por muitos anos, dá à luz José e Benjamin, mas morre no parto do segundo filho. A partir daí cabe a Lia criar os filhos da irmã.

A Bíblia relata no livro de Gênesis, capítulo 49, versículo 31 que Lia, quando morreu, foi enterrada por Jacó com os patriarcas: “Ali sepultaram a Abraão e a Sara sua mulher; ali sepultaram a Isaque e a Rebeca sua mulher; e ali eu sepultei a Lia”. Já Raquel, foi enterrada no meio do caminho, sem nenhuma honra.

Raquel por Graziella

Em entrevista exclusiva à Folha Universal, a atriz Graziella Schmitt (foto a dir.) conta como foi interpretar a personagem. “Raquel foi ambiciosa, manipuladora, egoísta e mentirosa. Com isso, ela enganou a todos ao seu redor e conseguiu ‘quase’ tudo o que ela queria. No início, as coisas foram bem para ela, mas, quando ela não conseguiu ter tantos filhos, os problemas começaram a aparecer.”

Para a atriz, o relacionamento de Lia e Raquel foi bom enquanto eram crianças, mas quando elas crescem os embates começam por conta das diferenças de ideias e objetivos e, principalmente, quando as duas se apaixonam pelo mesmo homem. “Raquel tem o coração de Jacó, mas não consegue lhe dar muitos filhos; já Lia é considerada somente a primeira esposa dele, mas lhe dá muitos filhos ao longo da vida, o que, com o passar do tempo, só faz aumentar a inveja de Raquel pela irmã.”

Graziella explica que sua personagem queria muito mais do que as coisas simples da vida e que era diferente das moças daquela época. “Raquel trabalhava no campo, como pastora, ou seja, fora de casa, ao contrário de Lia que ficava com os afazeres domésticos e fazia isso muito bem. Então, Raquel só contava mesmo com a beleza para persuadir o marido”, comenta.

O aprendizado

A atriz enfatiza que Raquel amava Jacó, mas sua ambição ditava sua conduta. Por isso, ela aceita o acordo do pai, Labão, para enganar Jacó, em troca de terras. “A ambição de Raquel por terras e a idolatria a deuses falam mais alto e por conta disso ela é capaz de mentir para Jacó. Mas chega um momento que isso não dá mais certo e ele começa realmente a enxergar quem a Raquel é.”

Para Graziella, a série foi uma grande história de amor, fé, perseverança e superação. “Tive o privilégio de ter trabalhado com uma equipe maravilhosa. Certamente levarei Raquel comigo, ainda que eu seja muito diferente dela.”

Agora, o público pode aguardar uma nova produção da Record TV. No dia 24 de julho estreia a novela Jesus. A trama, escrita por Paula Richard e com direção-geral de Edgard Miranda, traz o ator Dudu Azevedo no papel principal e promete emocionar o público ao contar a trajetória de vida dAquele que veio ao mundo para salvar a humanidade.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A outra face de Raquel

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000

Free WordPress Themes, Free Android Games