Dicas para aprender um idioma depois de adulto

Saiba o que especialistas na área acreditam a respeito



Por Por Andre Batista / Imagem: iStock

Estudo realizado pelo Massachusetts Institute of Technology (MTI), um dos mais importantes centros de estudos e pesquisas do mundo, localizado nos Estados Unidos, demonstrou que quanto mais cedo uma pessoa começa a aprender um novo idioma, mais facilidade ela terá para se tornar fluente.

A pesquisa não revela, entretanto, quais fatores dariam essa vantagem aos mais jovens. “Pode ser uma mudança biológica ou algo social ou cultural”, afirma o coautor do estudo e professor de Ciências Cognitivas no MIT Josh Tenenbaum. O estudo tampouco diz ser impossível aprender um idioma estrangeiro depois de adulto, apenas revela que, para aprender, a pessoa teria que se esforçar mais do que uma criança o faz.

O professor Luiz Fernando Schibelbain, diretor do PES – Positivo English Solution School, do Sistema Positivo de Ensino, explica que a dificuldade em aprender um novo idioma aumenta com o passar dos anos porque as responsabilidades do estudante também aumentam:

“Você vai para a faculdade, começa a trabalhar, sai da casa dos pais, encontra ocupações e distrações como namoro, lazer, casamento, enfim, ocupa a sua vida com muitas outras atividades sociais, intelectuais e profissionais”.

Ele nos lembra que, enquanto uma criança pode se dedicar totalmente ao estudo durante horas, um adulto tem muitos afazeres a cumprir e, mesmo durante as duas ou três horas que está em sala de aula, pode ter sua atenção voltada para um problema que carece de resolução.

O responsável pelo Ler e Escrever no estado de São Paulo, Luiz Dobroca, conta que o projeto da Universal oferece curso de Inglês para adultos, em parceria com o Instituto Bem Maior. De acordo com ele, “os adultos sentem mais dificuldades devido aos compromissos de seu dia a dia. Mas, com boa vontade e treino, alcançam os seus objetivos”.

Outros projetos da Universal também oferecem cursos de idiomas estrangeiros para adultos. O grupo Força Jovem Universal (FJU), por exemplo, ministra aulas de Inglês, Japonês e Hebraico. E o aproveitamento dos alunos é excelente.

Ou seja: ao contrário do que algumas pessoas acreditam, nunca é tarde para aprender uma nova língua. Evidentemente o aprendizado exige esforço e dedicação, mas, como afirma Schibelbain, “adultos aprendem consistentemente novos idiomas em alguns anos, do conhecimento quase zero a níveis muito capazes e, em minha experiência pessoal e profissional, às vezes mais rápido do que as crianças que estudam pelo mesmo tempo, talvez porque implantem estratégias conscientes e transfiram o que eles sabem sobre sua primeira língua”.

Uma das técnicas mais eficazes de aprendizado é a obrigação em estudar. Muitos adultos desistem antes mesmo de tentar, dizendo que seria bom aprender um novo idioma, mas teriam que se esforçar muito para isso.

Em mensagem recente, o Bispo Renato Cardoso nos lembra que muitas vezes não estamos felizes em cumprir uma obrigação, como pagar contas, mas a cumprimos mesmo assim. Isso porque, mais na frente, o resultado será positivo.

“E se você se obrigasse a fazer uma coisa que fosse de fato mudar a sua vida?”, questiona ele. “E se nós usássemos o poder da obrigação para algo que de fato será para o nosso bem, será para a melhoria da nossa vida? Por exemplo: e se você se obrigar a estudar para você se aprimorar? Se fosse uma obrigação? Você não tem que ir para a escola mais, mas se você se obrigar? Falar assim: eu vou estudar este assunto aqui porque eu pretendo me aprimorar na minha carreira ou perseguir este tipo de negócio?”

Todos têm obrigações, mas, para o Bispo, é importante refletir: “Você tem se dado obrigações que vão melhorar sua vida? Ou apenas mantido obrigações que vão manter sua vida do jeito que está?”.

Aprender um novo idioma pode ser muito bom tanto para sua vida profissional quanto para sua vida pessoal. Clique aqui e conheça o projeto Ler e Escrever. Ou, para saber mais sobre as opções do FJU, clique aqui. Você também pode se inteirar sobre as aulas visitando a Universal mais próxima de sua casa.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dicas para aprender um idioma depois de adulto

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games