Seu “Dia dos Namorados” será melhor se for assim

Saiba como fazer do 12 de junho uma data feliz no seu relacionamento



Por Por Andre Batista / Imagem: iStock

O seu “Dia dos Namorados” será muito melhor se for igual a qualquer outro dia. Não são necessários presentes caros, surpresas, passeios super-românticos… O que importa mesmo é que no dia 12 de junho você faça exatamente o que faz em todos os outros 364 dias do ano.

Essa é a lição transmitida pelos escritores Renato e Cristiane Cardoso (veja no vídeo abaixo), autores dos livros “Casamento Blindado 2.0” e “Namoro Blindado”. De acordo com eles, caso o par queira preparar algo excepcional nesse dia não há problemas. Entretanto, não deve haver cobranças para que isso aconteça. O mais importante é que exista nessa data o que há em todos os outros dias do relacionamento: amor, respeito, companheirismo.

“O importante é você ter um relacionamento, é você estar nesse relacionamento. O importante é ele estar ali com você. O que que importa é que vocês estão bem, têm paz, são fiéis um ao outro. Vocês não têm problemas nenhum. Isso é o mais importante. Mais importante do que anel, do que presente…”, esclarece Cristiane. “Você tem que pensar nisso e ver a realidade: não são as flores, os chocolates, os passeios românticos que vão trazer o que você na verdade quer, que é paz, amor, carinho, união”.

Renato explica que muitos casais querem colher no dia 12 de junho o que não plantaram o ano inteiro. Ou seja: tratam-se com desrespeito durante 364 dias e esperam que nessa data tudo seja perfeito, como em um filme romântico. E não é assim que um relacionamento funciona:

“Todos os dias nós plantamos no nosso relacionamento respeito, consideração, paciência, tolerância. Então todos os dias estamos colhendo. Todos os dias é ‘Dia dos Namorados’ para nós. Por quê? Porque nós plantamos todos os dias. Aí o casalzinho que não plantou o ano inteiro quer colher no ‘Dia dos Namorados’. Não vai dar”.

E é aí que surgem as frustrações e as cobranças. Os casais querem ter naquele dia algo que nunca têm e, como isso é impossível, estão sempre insatisfeitos ao compararem seu “Dia dos Namorados” com o que existe em novelas, filmes e propagandas.

“As pessoas colocam uma expectativa muito alta nesse dia e não investem no dia a dia. A única maneira de você diminuir essa expectativa é você fazer todo dia o “Dia dos Namorados’”, conclui Cristiane.

O “Dia dos Namorados” dos solteiros

Não são só os casais insatisfeitos que se frustram com essa data. Muitos solteiros também se sentem pressionados pelos filmes e propagandas comerciais e ficam tristes por estarem sozinhos nessa data.

Para Renato Cardoso, “ficar amarga, decepcionada, desiludida ou triste por causa de não ter uma pessoa no ‘Dia dos Namorados’ já mostra que há alguma coisa errada com você”. Isso porque, se você está solteiro e à procura de um casamento, deve se preparar para isso. Não ficar lamentando a solteirice.

Muitos passam a semana de 12 de junho sofrendo, em vez de investir em si mesmo para poder encarar um relacionamento. “Então essa pessoa já afundou um pouquinho mais, cavou um pouquinho mais o fundo do poço dela. Só isso aí já dá um sinal de que você realmente precisa cuidar do seu eu”, conclui o escritor.

Quer aprender a cuidar de você mesmo e se preparar para construir um relacionamento feliz? Participe da Terapia do Amor. Quer ter um Dia dos Namorados tão especial quanto todos os dias de seu casamento? A Terapia do Amor também é o lugar ideal para você. Clique aqui e saiba onde e quando a palestra acontece.

ler mais

Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Seu “Dia dos Namorados” será melhor se for assim

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games