Vacinação contra a gripe vai até o dia 1º de junho

Meta é imunizar 54,4 milhões de brasileiros contra os três subtipos do vírus da gripe que circulam no País

Por Por Rê Campbell/ Foto: Fotolia/ Ilustração: Edi Edson

Com a queda de temperaturas que começa a ocorrer nas próximas semanas em vários locais do Brasil, o risco de contrair gripe aumenta. Para evitar a doença, a melhor forma é se vacinar. Este ano, a campanha nacional de vacinação contra a gripe nos postos de saúde pública vai até o dia 1º de junho.

A meta do governo é imunizar 54,4 milhões de pessoas dos grupos prioritários, que são mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. Segundo o Ministério da Saúde, a escolha desses grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Quem não faz parte do público-alvo da campanha pode buscar a vacina em clínicas privadas.

Casos

Neste ano, até 14 de abril, foram registrados 392 casos de influenza em todo o País, com 62 mortes. Desse total, 190 casos e 33 óbitos foram por H1N1; 93 casos e 15 óbitos relacionados ao vírus H3N2; 62 casos e 6 óbitos por influenza B; e os outros 47 casos e 8 óbitos por influenza A não subtipado.

Como funciona

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circulam no Hemisfério Sul (influenza A/H1N1; influenza A/H3N2 e influenza B). Ela precisa de até 15 dias para garantir proteção. Por isso, é importante se vacinar antes do início do inverno.

A vacina é segura e diminui as complicações que podem gerar casos graves da doença, internações e até óbitos. Entretanto ela é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Gripe

Os sintomas da gripe são febre alta, dor de garganta, fraqueza, falta de apetite, coriza, irritação nos olhos e ouvidos, tosse, cansaço, dor de cabeça e dor muscular. O tratamento inclui repouso e ingestão de bastante água. Medicamentos podem ser usados para combater a febre e dores de cabeça e musculares. Em alguns casos, o médico pode receitar um antiviral.

Transmissão

A gripe é transmitida por meio do contato direto com saliva e muco de pessoas gripadas, da inalação das gotículas que ficam no ar quando pessoas gripadas tossem ou espirram e do contato com superfícies que receberam gotículas ou muco, como maçanetas, mesas e talheres.

Fake news

O Ministério da Saúde informa que não existe uma cepa “H2N3” de vírus da influenza no Brasil. O boato está circulando em um áudio nas redes sociais e aplicativos de smartphones. Vale lembrar que a vacina protege contra os três tipos de vírus influenza que atualmente circulam no Brasil. Vacine-se.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vacinação contra a gripe vai até o dia 1º de junho

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games