“Morávamos juntos e agora ele só quer ‘ficar’ comigo”

Por Por Michele Francisco/ Foto: Fotolia

Se você e o seu parceiro estão regredindo na vida amorosa, assim como a aluna do A Escola do Amor Responde desta semana, acompanhe a orientação dada pelo palestrante Renato Cardoso. Ele mostra à aluna seus erros no relacionamento e como ela pode se valorizar e encontrar a felicidade na vida a dois. Confira.

Aluna – Há três anos estou em uma relação muito complicada, que regride a cada dia. Já estávamos morando juntos, mas decidimos voltar para a casa dos nossos pais. Agora somos apenas namorados e ele propôs recentemente que sejamos apenas “ficantes”. Ele diz que no momento não tem cabeça para assumir um relacionamento sério porque está com problemas pessoais. Eu não sei o que fazer. Ele é a pessoa que eu escolhi para me relacionar e hoje em dia estamos nessa situação. Não sei se devo lutar e esperar que as coisas mudem para melhor ou se realmente devo terminar esse relacionamento.

Renato – Vocês fizeram tudo ao contrário, Aluna. Já estavam morando juntos, tinham uma vida de casados, de “namoridos”, e depois voltaram a morar com os pais. Vocês mergulharam de cabeça na relação e ultrapassaram todas as fases, que deveriam ser amizade, namoro, noivado, casamento e só depois morar juntos. Não foi assim que vocês fizeram, pularam as etapas e agora estão dando passos para trás.

Provavelmente, ele percebeu que cometeu um erro e voltou atrás. Como ele já tinha tudo o que queria, que era o contato físico, não quer mais namorar, só quer ficar. Na verdade, foi o que ele sempre quis: ser seu “ficante”.

A sua situação está tão ruim que você está contemplando essa proposta, tanto é que chega a ter dúvida e a nos perguntar se deve deixar esse rapaz. Ele a usou e deseja continuar fazendo isso. Tanto é verdade que ele lhe fez essa proposta indecente, apesar de tudo o que já passaram juntos. Ele não quer estar com você. Quer ficar com você somente quando tiver vontade. Ele quer satisfazer as necessidades sexuais dele, quer que você esteja de plantão do outro lado do telefone e o atenda.

Aluna, desperte! O que você precisa agora é aprender a como se valorizar. Porque você não se valorizou e se deixou levar por uma paixão, um sentimento por essa pessoa. Você tem que entender que errou e que tudo está indo pelo ralo. Então, esse é o momento de limitar as perdas. Não dá mais para continuar investindo em algo que não tem futuro. Daqui a pouco, do jeito que a relação está, ele vai se casar com outra e pedir para que você seja amante dele. Aonde isso vai parar? Eu entendo que você deve estar sofrendo com tudo isso, mas não significa que você tem de continuar errando nem quer dizer que você precisa perpetuar seu sofrimento.

Eu recomendo que você, em primeiro lugar, faça o Tratamento da Reconstrução do Eu. Para que essa reconstrução se concretize, você precisa encontrar o poder de se perdoar, entender onde errou, abrir mão do que te fez ou te faz mal e se recuperar, se levantar, compreender que existe uma pessoa melhor para você. Existe alguém que merece o seu amor, sua entrega e sua dedicação, diferentemente deste homem. Ele não te merece, só te usou e brincou com os seus sentimentos.

Por onde começar? Venha para a Terapia do Amor. Seu coração está falando alto e você está dividida entre fazer o certo ou continuar no erro. Nas reuniões da Terapia do Amor você vai encontrar forças para fazer o que sabe que é correto e que já deveria estar fazendo há muito tempo.

A Escola do Amor Responde

Diariamente, Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas sobre a vida amorosa. Se você deseja ouvir os podcasts com os programas apresentados por eles, acesse blogs.universal.org/renatocardoso/escola/

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Morávamos juntos e agora ele só quer ‘ficar’ comigo”

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games