A notícia que a mídia se recusa a dar

Pessoas aprendem a usar a fé ao assistirem “Nada a Perder”



Por Por Jeane Vidal / Foto: Demétrio Koch

Que o filme “Nada a Perder”, que conta a história real do Bispo Edir Macedo, tem dado o que falar todos já sabem.

Que o recorde de bilheteria é fato incontestável, mas que boa parte da imprensa insiste em contestar, também não é novidade.

E enquanto eles perdem o precioso tempo deles insistindo em fazer críticas negativas perdem a oportunidade de noticiar o que de fato é importante e merece ser alardeado aos quatro ventos e assim prestar um excelente serviço de utilidade pública à população.

Considerando que no Brasil é comum pessoas morrerem nos corredores dos hospitais à espera de atendimento, que a espera por uma simples consulta no sistema Único de Saúde (SUS) pode durar meses, pessoas sendo curadas de doenças crônicas ao assistirem a uma simples sessão de cinema, deveria, no mínimo, despertar a curiosidade da imprensa para, ao menos, procurar apurar esses acontecimentos inusitados.

Depois do que viu e ouviu, avalie você mesmo se vale a pena dar crédito a tudo que é veiculado, não somente com respeito ao filme “Nada a Perder”, mas a qualquer informação que é difundida – muitas vezes de forma maliciosa -, sem antes ouvir a outra parte envolvida.

Se despir do velho preconceito para praticar um jornalismo de verdade, em vez de manter o mesmo olhar de hostilidade e de pré-julgamento que já dura décadas, certamente seria uma atitude bem mais proveitosa.

Diariamente, tomamos conhecimento de pessoas que tiveram uma experiência com Deus, foram curadas e transformadas por meio da fé ao assistirem ao filme “Nada a Perder”.

É o caso de Susan, que sofria desde os 14 anos com fortes dores na coluna, a ponto de não dormir à noite. Ela conta que teve sua fé despertada ao assistir ao longa. Especialmente, durante as cenas em que, diante de grande sofrimento e injustiça, o Bispo manifesta a fé sobrenatural. “Hoje, todos os dias, eu acordo agradecendo a Deus porque acordo sem nenhuma dor”.

Richardson era dependente químico, mas, ao acompanhar a história de superação e fé do Bispo Macedo, foi tocado por Deus e creu que a vida dele também poderia ser transformada.

Assista ao vídeo abaixo e acompanhe esses e outros relatos:

.

Se você ainda não assistiu ao filme, assista. Não precisa gostar da Universal e do Bispo Edir Macedo para isso, basta apenas vencer o preconceito e estar aberto para ouvir o outro lado, que, aqui entre nós, é um ótimo exercício democrático.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A notícia que a mídia se recusa a dar

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games