Homem exibe traição da noiva durante casamento

Será que ele agiu corretamente ao se vingar da companheira?



Por Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock

Imagine que você foi convidado para um casamento. Durante a festa, o noivo anuncia que vai exibir um vídeo mostrando a retrospectiva do casal e todos os presentes se emocionam com as primeiras imagens. A comoção segue até que, no filme, aparece a noiva entrando em um motel com um homem que não é seu companheiro. Essa foi a surpresa que muitos tiveram em um casamento de Singapura.

O vídeo viralizou na internet nas últimas semanas, até que a Justiça proibiu sua exibição e as imagens foram apagadas de uma rede social. Todavia, o estrago já estava feito. Enquanto o filme era exibido, a noiva fugiu da cerimônia. Já os convidados fizeram fotos e vídeos, que foram compartilhados por toda a internet. Agora, a mulher estuda processar seu ex-noivo, para ser recompensada pela humilhação e pelos transtornos causados.

Em entrevista ao noticiário local Zaobao, o detetive particular identificado apenas por seu sobrenome Zhuo relatou que as imagens foram feitas por ele mesmo. O noivo desconfiou que estava sendo traído e contratou o investigador, que confirmou a infidelidade. Zhuo aconselhou o rompimento da relação e ficou surpreso ao ser convidado para o casamento. Quando viu o filme, ficou sem reação: “Todos os presentes ficaram chocados com o que estava acontecendo”.

O noivo agiu corretamente?

A infidelidade conjugal é uma das situações mais difíceis pela qual o ser humano pode passar. O escritor e conselheiro matrimonial Renato Cardoso, que atende casais que sofrem com os mais variados problemas, relata que quando uma pessoa descobre a traição “sua dor é insuportável. Seus pensamentos estão a mil por hora”. E, justamente por isso, esse não é o momento de tomar qualquer atitude.

Não tome nenhuma decisão drástica logo após descobrir uma traição. Suas emoções estão à flor da pele e poderão fazer com que você tome atitudes das quais você se arrependerá mais tarde. Raiva, ódio, desejo de vingança e outras dores emocionais são péssimos ingredientes para tomar decisões. Espere que o furacão emocional passe. E pode ter certeza, ele vai passar”, orienta Renato.

O que fez o noivo singapurense? Ele deixou com que o desejo de vingança o guiasse. Agora as consequências podem ser drásticas tanto para ele quanto para sua ex-companheira. Ela errou sim, mas isso não significa que a vingança é justa.

Seguir no relacionamento é opcional, mas perdoar é incondicional. Independentemente do tamanho da dor que tenha sido causada, a pessoa que sofreu a traição precisa conceder o perdão ao seu agressor. Caso contrário estará para sempre presa àquela dor, será sempre uma vítima do mal que lhe foi causado, sem jamais superá-lo.

“Você precisa encontrar forças para perdoar, para que não fique refém do que aconteceu”, explica Renato Cardoso. E, de maneira alguma, o perdão passa pela vingança.

Se você está sofrendo com a infidelidade que lhe foi imposta procure ajude. Renato Cardoso orienta: “Nada como alguém que já foi traído e superou pode lhe entender e ajudar. Estou falando do próprio Senhor Jesus, que foi traído por um de Seus discípulos mais íntimos, Judas. Você não precisa ser religioso para receber ajuda, conforto e direção espiritual sobre o que fazer nesse momento difícil. Aí onde você está, você pode falar com Ele, abrir seu coração, chorar, perguntar por quê, pedir forças e orientação sobre o que fazer. Experimente e verá o resultado.”

Um caminho para aprender a utilizar a fé na superação de um momento difícil como esse é participar da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras, no Templo de Salomão, às 10h, 15h e 20 horas, ou clique aqui e saiba o endereço mais próximo de sua casa onde também acontece essa palestra.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Homem exibe traição da noiva durante casamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games