Saiba quando, com quem e o que falar

Entenda como essa atitude pode ser um sinal de inteligência

Por Por Eduardo Prestes/ Foto: Fotolia

Para que a comunicação ocorra é preciso ter um emissor da mensagem e um receptor. Ou seja, aquele que fala e o outro que ouve o que é dito. Há homens que são afobados e têm pressa para se expressar, como se isso os colocasse em evidência, sem ao menos dar chance para que os outros se expressem de forma adequada. Existem também aqueles que falam pelos cotovelos e, muitas vezes, não existe conteúdo algum naquilo que dizem. Diante disso, é preciso saber que há tempo certo para cada coisa na vida, inclusive para falar.

Clareza

Para o escritor e palestrante Renato Cardoso, a Bíblia é muito clara a respeito de como o homem deve tratar a questão da comunicação. Ele cita a primeira epístola de Tiago, que explica que é necessário ser tardio para falar. “Não tem a ver com ser quieto ou ser tagarela. Significa pesar as suas palavras, zelar por elas para que, quando você falar alguma coisa, o que você disser seja confiável. Do contrário, as suas palavras caem em descrédito. Esse hábito de falar e não cumprir o que diz pode estar lhe custando um preço muito alto. Ser tardio para falar não significa ser calado. É você saber quando você tem que falar, com quem falar e o que falar”, alerta.

Cuidado

De acordo com o palestrante, o homem precisa ser muito prudente para não ser precipitado quando diz algo. “Nós temos que ter cuidado ao abrir a boca, porque é melhor cumprirmos aquilo que falamos. A sua palavra como homem lhe define. O homem vale a palavra que tem. Quando você promete a si mesmo ‘eu vou fazer’ tenha cuidado porque a pior mentira é aquela contada a si mesmo”, adverte.

Valor verdadeiro

Na opinião dele, é preciso ter o hábito de manter a palavra tanto nas coisas menores como nas maiores. “Quando abrir a sua boca, vá até o fim. Mesmo que tenha que mover céu e terra, vá até o fim. Isso faz de você uma pessoa de valor. O que você tem prometido para Deus, para as outras pessoas e para si mesmo?”, pergunta.

Sinal de sabedoria

O que se observa é que muitos acabam literalmente pagando por aquilo que dizem em momentos que não estão preparados para falar ou até mesmo para assumir compromissos, já que estão sem a estrutura necessária para arcar com eles. Por isso, é preciso entender que nem sempre manter-se calado significa que você não saiba nada de determinado assunto. Ao contrário, essa situação pode ser uma grande oportunidade de ampliar seu conhecimento e até uma forma de elucidar um problema que você poderia ter mais à frente e não tinha a informação de que poderia deparar-se com ele ou a compreensão para resolvê-lo.

Momento certo

Saber ter paciência para falar e aguardar esse momento também é sinal de sabedoria. Muitas vezes, esse entendimento só vem com o passar do tempo. É claro que muitos homens já trazem naturalmente essa característica, mas, se você não a possui, não tenha medo, é algo que pode ser aprendido com a prática. Lembre-se: se você não aprende pelo amor, vai aprender pela dor, porque não teve cautela para aguardar o momento certo para falar.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Saiba quando, com quem e o que falar

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games