O sacrifício trouxe a paz tão esperada

Confira a história da Carla Felizarda e entenda como a vida dela se transformou com o Jejum de Daniel

Por Por Ana Carolina Cury/ Fotos: Fotolia e Marcelo Alves

Todos os dias, as pessoas se distraem com diferentes tipos de informação. Por exemplo, conteúdos do Facebook, Instagram, de programas que não acrescentam nada, de novelas e filmes. São muitos os meios que ocupam a mente e a tiram do que é mais importante.

O que não se fala muito é que quanto mais a pessoa fica envolvida com tudo isso mais distante fica o relacionamento dela com o Autor da vida. Por isso, no último dia 25, teve início o Jejum de Daniel. Serão 21 dias para se desligar de toda e qualquer forma de entretenimento, de tudo que pode afastar a pessoa de Deus.

Então, caso você ainda não esteja participando do Jejum, ainda dá tempo de fazer parte desse propósito. Para acompanhá-lo até o final, no dia 14 de fevereiro, o primeiro passo é ter um único objetivo: querer se aproximar de Deus e fazer o que for preciso para isso.

Determinação

Carla Maria de Oliveira Felizarda, de 47 anos (foto abaixo), professora, conta que adorava assistir a séries, mas, quando decidiu fazer o Jejum de Daniel, sacrificou o lazer. “Também acessava muito as redes sociais, mas eu estava decidida a fazer o melhor para Deus e me limpar das coisas do mundo. Então, passei a ouvir o programa Palavra Amiga, apresentado pelo Bispo Edir Macedo, na Rede Aleluia, a ler mais a Bíblia e livros sobre a fé. Me desliguei do mundo e me voltei totalmente para as coisas de Deus”, lembra.

Recomeço

Quando chegou à Igreja, Carla estava desempregada e com graves problemas emocionais. “Olhava para os lados e não via saída. Não tinha dinheiro para pagar o aluguel e o pouco que eu e meu marido conseguíamos gastávamos com cocaína e bebidas. Diante dessa situação, meu esposo me pediu ajuda, pois ele tinha certeza que iria morrer”, afirma.

No mesmo dia, ela assistiu a um programa da Universal na TV que a estimulou a buscar auxílio na Igreja. “Decidi vencer meu orgulho e fui participar de uma reunião. Fomos juntos e, logo na primeira semana, notei uma diferença. Foi quando tive a oportunidade de participar do Jejum de Daniel”, conta.

Já empregada, a professora buscou com todas as forças receber o Espírito Santo e crescer espiritualmente. “Foi por meio do Jejum de Daniel que vi uma oportunidade de mudar de vida. Aos poucos, me libertei de todos os vícios, fui promovida no novo trabalho e tive inspiração para abrir meu próprio negócio e, pasmem, isso aconteceu durante os dias do Jejum.”

O mais importante

Ao longo do Jejum, Carla e o marido notaram muitas mudanças, mas a principal, segundo a professora, foi o batismo com o Espírito Santo. “Deus me deu muito mais do que eu pedi. Me lembro muito bem. Foi em um domingo de manhã na Igreja. Na hora da busca, pedi para que Deus me limpasse de toda sujeira do mundo e passou um filme da minha vida em minha cabeça. Então, comecei a chorar e logo em seguida senti uma alegria inexplicável, uma fonte inesgotável de paz. Com um sorriso estampado no rosto, queria levar essa paz para todos ao meu redor. É algo indescritível. Só quem passa por essa experiência sabe.”

Hoje, ela revela que continua participando dos propósitos para cuidar da principal prioridade de sua vida. “O Jejum de Daniel é muito importante tanto para quem é novo na Igreja como para quem já está há anos. Foi e é por meio dele que me conecto com o Autor da vida e, por isso, trato cada Jejum como se fosse o primeiro e sempre saio renovada e fortalecida”, completa.

Participe

Segundo o Bispo Edir Macedo, o Jejum de Daniel é um momento único para aqueles que querem receber o Espírito Santo. “São três semanas só pensando nas coisas de Deus, para que o Espírito dEle venha sobre nós. Nada é mais importante do que sua vida e ela só pode ser abençoada com o Espírito da Vida, que é o Espírito Santo”, afirma.

Assim, ele deixa um conselho para quem quer ter essa experiência.

João Batista disse aos discípulos: ‘Eu vos tenho batizado com água; Jesus, porém, vos batizará com o Espírito Santo. Marcos 1.8

O candidato ao batismo com o Espírito Santo deve se apossar dessa promessa pensando o seguinte: se o Senhor Jesus está Vivo, como tenho crido, então essa é a minha chance de ser selado! Ele não pode faltar no cumprimento de Sua Palavra”, orienta.

Mesmo que você já seja batizado, o Jejum de Daniel é indicado. “O Jejum de Daniel é um propósito de fé sacrificial para os que não têm nada a perder. É como a Arca de Noé disposta a resgatar os perdidos, avivar a fé dos mornos e renovar os demais salvos. Quem estiver disposto a abrir mão de toda e qualquer informação secular, internet, redes sociais, entretenimento, esporte, cinema, teatro, shopping, música secular, conversa fiada, enfim, tudo o que desvia o pensamento dos pensamentos de Deus é muito bem-vindo. Quem quiser começar o Jejum atrasado, pode fazê-lo, não tem problema. O importante é mergulhar no oceano do Espírito imediatamente e se desintoxicar deste mundo”, conclui o Bispo.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O sacrifício trouxe a paz tão esperada

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games