“Eu fazia cerca de dez programas por noite”

Bertony Souza cresceu em um lar conturbado e viveu momentos de dor e desespero

Por Por Michele Francisco/ Foto: Demetrio Kock e Arquivo Pessoal

O auxiliar de cozinha Bertony Souza, de 36 anos, passou boa parte da sua vida sem saber o que é ter um momento de paz. Ele cresceu em um lar conturbado, onde muitas brigas aconteciam. Sua família frequentava casas de encostos, o que tornava o ambiente doméstico ainda mais desafiador.

Aos 5 anos, Bertony foi abusado sexualmente por um vizinho. Os abusos aconteceram repetidas vezes. Ao completar 12 anos, ele não se aceitava como homem e decidiu que tomaria hormônios femininos. Seu corpo começou a apresentar algumas mudanças. “Era uma confusão de sentimentos. Eu me olhava no espelho e via uma pessoa que não se aceitava como era”, diz.

Aos 18 anos, Bertony se relacionou com uma mulher, mas logo se decepcionou, pois foi abandonado. Em um dia de aflição, ligou o rádio e ouviu a programação da Universal, o que o motivou a participar de uma reunião. Ele começou a frequentar as reuniões da Igreja, mas, com o passar do tempo, sua fé se esfriou. A comunhão com Deus era quase nula.

Bertony não fazia jejum e não orava mais. Um ano depois de ter participado das reuniões pela primeira vez, ele se mudou de sua cidade, Belém, no Pará, para São Paulo. Foi quando decidiu fazer modificações no próprio corpo. “A convite de uma amiga, coloquei prótese nos seios para ficar mais parecido com uma mulher. Comecei a me prostituir. Como travesti eu fazia cerca de dez programas por noite”, conta.

Vida de ilusões

Ele passou a viver plenamente aquela ilusão, aliada à droga e à bebida. Bertony entrou em um relacionamento sério, mas seu parceiro era violento e sempre o agredia. “Eu entrei em depressão, já não voltava para casa e passava dias na rua usando drogas.”

Ele sempre teve vontade de retornar para a Universal e isso aconteceu quando decidiu que estava cansado daquela vida desregrada. Bertony foi a uma reunião de libertação e, a partir daquele dia, passou a ter mais forças. Ele abriu mão das drogas e das amizades para buscar a transformação. Ele conta que no início não foi fácil, mas que perseverou. Passou a frequentar várias reuniões e começou a se libertar da depressão, das mágoas e das drogas.

Ao todo, foram sete anos vivendo de forma destrutiva. Liberto, ele não quis mais se vestir de mulher, se transformou em uma nova pessoa e passou a ter a paz que sempre buscou. Atualmente, ele é um soldado do Resgate. A Corrente do Resgate é a reunião dedicada aqueles que se afastaram da Presença de Deus. Ela acontece aos sábados, em todas as sedes estaduais (confira os endereços na página 32 e informe-se no local sobre os horários). Em São Paulo a reunião é realizada às 15h e 20h, na Avenida Celso Garcia, n°499, no bairro do Brás.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Eu fazia cerca de dez programas por noite”

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games