Cantora encontrada morta teve passado marcado por traumas

Saiba o que fazer para apagar o passado e recomeçar, sem precisar desistir de viver



Por Da Redação / Foto: Joshua Smelser / Flickr (CC)

Uma morte repentina. Assim foi noticiado que o corpo da cantora irlandesa Dolores O’Riordan, de 46 anos – vocalista de uma das bandas de maior sucesso nos anos de 1990, o The Cranberries – foi encontrado na manhã do dia 15 de janeiro último, em um hotel de Londres, onde ela estava realizando algumas sessões de gravação em estúdio.

Mãe de 3 filhos, há 4 anos ela havia rompido um casamento de 20 anos. Ano passado, depois de um tempo afastada dos palcos, Dolores anunciou uma turnê com a banda e chegaram a fazer alguns shows, mas pouco depois, a turnê foi suspensa por problemas relacionados à saúde física da vocalista.

Dolores enfrentou grandes dificuldades na vida pessoal que prolongaram um sofrimento, desde que passou por uma experiência bastante traumática ainda na infância.

Dos 8 aos 12 anos sofreu abuso sexual de uma pessoa de confiança da família. Ela manteve isso em segredo por anos porque se sentia culpada pelo que havia ocorrido. Aos 18 anos, depois de ficar famosa, desenvolveu uma anorexia. A doença veio acompanhada de crises nervosas, abuso de álcool e pensamentos suicidas, seguidos por uma overdose.

Ela sofria de transtorno bipolar e chegou a ser detida por agressão física. Para a cantora, o transtorno era a causa de seus surtos de agressividade. Em entrevista, contou que esse mesmo transtorno que deixa a pessoa extremamente deprimida ou extremamente eufórica, uma hora também a faz cair em depressão, sofrer de paranoia e insônia e encontrar o fundo do poço.

Até o momento, não há informações oficiais sobre as causas que levaram a cantora de 46 anos à morte. Mas um exame toxicológico está sendo feito e será divulgado em alguns dias. Porém, um suposto suicídio começou a ser especulado pela imprensa internacional.

O fato é que, diante de tantos problemas enfrentados pela cantora, não é de se duvidar que ela tenha desistido de viver. E tais infortúnios não são exclusivos dela, milhões de pessoas em todo o mundo passam pelos mesmos problemas e até piores.

Mas, a reação diante das adversidades é que fará toda a diferença na solução dos problemas, como explica o bispo Renato Cardoso em texto publicado em seu blog.

“O nosso conteúdo interno é o que determina que tipo de vida teremos. Isso vale para o tipo de reação a uma experiência traumática e para tudo o mais que fazemos. E o que define esse conteúdo interno? Várias coisas construídas dentro de nós pela combinação de uma só partícula: a palavra. A escolha de palavras, a qualidade delas, e como as formamos em nós são o que formam o nosso conteúdo interno e quem somos. E quem somos determina como reagiremos diante de boas e más situações”, explica.

Reunião de Libertação

O problema é que muitos não encontram forças para colocar em prática tais ensinamentos, pois se sentem oprimidos por forças espirituais do mal, que os sobrecarregam, levando-os a desistir de lutar.

Por isso, se você percebe que existem coisas que acontecem na sua vida que não são normais, você até tenta seguir em frente, mas o seu interior sabe que não está muito bem, porque você anda perturbado, oprimido, deprimido, angustiado, então, está na hora de determinar uma mudança na sua vida.

“Deus tem as palavras certas para formar o melhor conteúdo interno em você. Mas você precisa querer e buscar essas palavras. E também rejeitar as negativas, que não vêm Dele”, comenta o bispo Renato.

Por isso, participe nesta sexta-feira da Reunião de Libertação. Por meio da fé, você será orientado a mudar o rumo da sua vida e todos os males que trazem a má sorte serão expulsos do seu caminho. Quando a fé prevalece na vida de uma pessoa, ela não permite o medo, o murmúrio e as influências negativas.

As reuniões acontecem às 10h, às 15h e às 20h, no Templo de Salomão, localizado na Avenida Celso Garcia, 605, no bairro do Brás, zona leste de São Paulo. Para encontrar o endereço de um templo perto da sua casa, clique aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cantora encontrada morta teve passado marcado por traumas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games