Você olha para a sua vida ou para a dos outros?

Entenda por que se comparar com outras pessoas pode abalar a sua comunhão com Deus

Por Por Janaina Medeiros/ Fotos: Fotolia

Projetar objetivos em busca da realização dos sonhos faz bem para o ser humano. É algo natural que o impulsiona e o motiva a estar sempre lutando para ver as suas metas alcançadas.

O problema ocorre quando esse desejo gera ansiedade a ponto de a pessoa deixar de olhar para si mesmo para cobiçar aquilo que pertence ao outro, comparando-se com ele. Com isso, ela passa a priorizar os sonhos que pretende realizar e deixa de focar no bem mais importante, que é a sua comunhão com Deus.

Em uma recente reunião com os obreiros da Universal no Templo de Salomão, em São Paulo, o Bispo Edir Macedo esclareceu que muitos cristãos passam a privilegiar as conquistas pessoais e, dessa forma, colocam em risco a Salvação de sua Alma. “Quando você permite que a ansiedade tome conta do seu coração, de ter isso, de ter aquilo, e pensa: ‘mas fulano conquistou, eu também tenho que conquistar’, não está sendo inteligente. Se você conquistou o Reino dos Céus, como pode colocá-lo em risco por causa de mais dinheiro, do sucesso, casamento ou o que quer que seja?”, indagou.

Na parábola do trigo e do joio escrita no Evangelho de Mateus (13.24-26), da Bíblia Sagrada, Jesus explica como a Salvação pode ser afetada se o cristão deixar de priorizar o seu relacionamento pessoal com Deus. “O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente em seu campo. Mas, enquanto todos dormiam, veio o seu inimigo e semeou o joio no meio do trigo e se foi. Quando o trigo brotou e formou espigas, o joio também apareceu.”

Citando esse exemplo, o Bispo Edir Macedo fez a comparação: “quando você olha para o que os outros estão conquistando, está deixando o inimigo semear o joio dentro de você. Ou seja, se você dormir na fé, o inimigo vai semear esse joio para crescer junto com a boa semente que você tem dentro de você, sufocá-la e deixá-la infrutífera”, reforçou.

Isso quer dizer que o cristão, ao buscar a realização dos seus objetivos pessoais, não deve almejar apenas a recompensa material, mas, principalmente, a de Deus. “O nosso louvor, se tiver que vir, deve vir do Alto. Eu não prego para pegar recursos deste mundo, mas porque amo as Almas. Temos abençoado pessoas que ficaram muito prósperas, que viajam para todos os lugares, mas nem por isso temos inveja delas, porque vamos continuar na mesma fé”, exemplificou.

Em primeiro lugar

É importante lembrar que quando se prioriza o Reino de Deus, Ele se encarrega de realizar suas conquistas materiais no seu devido tempo conforme a sua necessidade, como está escrito em Mateus 6.33:

Buscai, assim, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça e todas essas coisas vos serão acrescentadas.Mateus 6.33

Sendo assim, não é preciso se manter preocupado se algumas pessoas já conquistaram algo que você ainda não conquistou. “Não fique ansioso, porque vosso Pai sabe do que necessitais. Não fique preocupado em querer ter, mas viva o seu dia, curta a sua fé. Seja feliz com o que você recebeu de Deus, porque tem muita gente nesse mundo que gostaria de ter a sua fé”, declarou o Bispo.

Todo cristão que considera a Salvação de sua Alma deve se lembrar de que no Reino de Deus haverá muito mais realizações do que aquelas que podem ser conquistadas neste mundo, como citou o apóstolo Paulo em 1 Coríntios 2.9:

Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. 1 Coríntios 2.9

Portanto, as bênçãos materiais são importantes para o seu bem-estar, mas não devem ser a prioridade da sua vida. “Não estamos tratando de lucros, de conquistas pessoais, de casamentos, noivados e festas que passam. Quando tratamos do Reino dos Céus, estamos tratando do mais importante para a nossa vida. Isso você tem que escrever no seu espelho para que não venha cair na besteira de focar em coisas passageiras que vão durar um tempinho apenas”, apontou o Bispo.

Portanto, se conquistou a Salvação de sua Alma, foque em mantê-la. “Se conseguiu o Reino dos Céus, que é o Espírito de Deus dentro de si, obrigatoriamente você é a pessoa mais feliz deste mundo. Se já tem a coroa da vida, o que tem que fazer? Tem que protegê-la, guardá-la e também remover de dentro de si as ansiedades e aquela pequenina inveja dos outros que conquistam”, declarou.

Agindo dessa forma, as dificuldades do dia a dia não terão forças para fazer você desistir de alcançar os seus objetivos. “Todos nós temos problemas, mas, quem tem o Reino dos Céus, pode enfrentar o problema que for, que cedo ou tarde ele vai desaparecer”, concluiu.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Você olha para a sua vida ou para a dos outros?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games