Atitudes de um conquistador

Você pode ser um homem compromissado apenas consigo mesmo e não saber



Por Por Eduardo Prestes / Foto: Fotolia

Preste atenção na cena: amigos estão reunidos em uma festa e passa por eles uma mulher que logo chama atenção do grupo. Surgem os primeiros olhares em direção a ela, seguidos de comentários como “você viu?”, “olha ali, rapaz”. Entre os homens já rola uma disputa silenciosa para ver quem chega primeiro na moça, como se ela fosse uma espécie de prêmio a ser conquistado. Os mais atirados logo se insinuam e vão além dos olhares. Arriscam se aproximar e fazer algum gracejo para puxar conversa. O bate-papo logo fica animado entre a mulher e um dos homens do grupo. Ele nem é o mais bonito entre eles, mas é o que tem a lábia apurada. Com uma boa conversa, fala coisas que a mulher gostaria de ouvir e que não escutou dos outros que se aproximaram dela.

Vítima?

Ao ser questionado por ela sobre sua vida, ele se faz de vítima. Conta o que sofreu na infância ou como padeceu na mão de outras pessoas. Fala que tem poucos amigos e que é solitário, mostra um lado carente com o qual a mulher simpatiza, mas, se você for puxar a ficha dele, a verdade está bem longe da que ele contou.

Subterfúgio

Ela fica penalizada com a história e se sente atraída por ele. O homem faz elogios e diz que nunca conheceu alguém como ela. É hora do bote fatal. Ele diz que ela é a mulher da vida dele, mas toda essa conversa tem um propósito. É somente um subterfúgio para levar a mulher para a cama.

O medo de amar

Muitos vão dizer que essa é a atitude de um homem de verdade, que se aproxima de várias mulheres para colocá-las em sua lista de prêmios conquistados. A intenção dele é mostrar aos amigos que ele é o “cara”: aquele que pega várias garotas, pois não pode perder tempo se prendendo a ninguém. Mas a verdade é que esse homem tem medo de gostar de alguém realmente. É algo apavorante para ele, porque isso quer dizer que ele terá que ser responsável com quem ama. E amor não é brinquedo. É algo que exige cuidado, fidelidade, verdade e carinho. Esse homem tem medo de se machucar. A insegurança é um problema sério para ele.

Egocentrismo

Mas, por outro lado, muitas mulheres de hoje estão vacinadas contra esse tipo de homem que fala uma coisa e mostra outra. Elas aprenderam a perceber onde podem pisar. Abominam essa conduta masculina e notam de cara o perfil desse conquistador fake. Sabem que esse homem é aquele que no futuro vai se tornar o que trai a esposa e não tem compromisso nenhum com ninguém, a não ser consigo mesmo e seu egocentrismo.

Dias contados

Se depender delas, o perfil do falso conquistador está com os dias contados, pois elas querem algo mais do homem. Pode parecer até redundante, mas elas esperam que o homem tenha hombridade, com postura para encarar as situações que a vida impõe e tomar as decisões mais adequadas. Um homem não termina um relacionamento por Whats-App ou por e-mail nem age como se a mulher fosse uma peça de carne no açougue. Ele se interessa verdadeiramente pela mulher e a elogia com sinceridade, sendo compreensivo e disposto a ouvi-la quando for preciso. Afinal, é a mulher que estará sempre ao lado dele, lutando para que o valor desse homem seja reconhecido. Agora, cabe a você decidir se quer ser um homem de verdade ou não. Só depende de você.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Atitudes de um conquistador

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games