Ansiedade: quando a dúvida vence a fé



Por Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock

Uma estudante de Artes da Universidade de Phoenix, no Arizona (Estados Unidos), publicou, em seu Facebook, uma assustadora descrição de sua doença: a ansiedade. Entre outras coisas, a moça, chamada Brittany Nichole Morefield, declarou:

“Ansiedade é simplesmente ter dificuldades em respirar. Ansiedade é acordar às três da manhã e perder totalmente o sono porque o seu coração está acelerado […] Ansiedade é tomar banho às duas da manhã. Ansiedade é mudar de humor em poucos minutos. Ansiedade é tremer incontrolavelmente. Ansiedade é chorar lágrimas de verdadeira dor. Ansiedade é náusea. Ansiedade é incapacitante. Ansiedade é aterrorizante.”

Em poucos dias, essa postagem alcançou mais de 400 mil curtidas e mais de 190 mil compartilhamentos. Dos quase 60 mil comentários, a maior parte é de pessoas relatando que sofrem com os mesmos problemas ou indicando a leitura para outras pessoas que também têm ansiedade.

Essa é uma doença que se espalhou rapidamente pelo mundo nas últimas décadas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 322 milhões de pessoas no mundo inteiro sofrem com transtornos de ansiedade e depressivos. Somente no Brasil, mais de 18 milhões de pessoas têm a enfermidade.

Mas o que é, exatamente, a ansiedade?

Nas palavras de Brittany, “ansiedade é medo. Ansiedade é preocupação. Ansiedade é ser fisicamente e psicologicamente drenado”.

De acordo com o bispo Renato Cardoso, esse sentimento angustiante controla totalmente a pessoa que sofre com o mal: “Ansiedade não esvazia o seu amanhã de tristezas, mas sim o seu hoje de forças. Forças que você precisa para criar uma solução e executá-la. Ansiedade lhe faz viver o mesmo problema mil vezes antes dele acontecer. Ela lhe faz temer algo que só existe dentro da sua imaginação”.

Ele explica que “por causa da ansiedade, uns ficam paralisados e outros se precipitam. Não tomam nenhuma atitude ou se apressam e provocam um desastre”.

Como vencer o mal

Brittany questiona-se sobre como Deus permitiria que uma pessoa sofra dessa maneira. Porém, esquece-se de que Ele só pode agir na vida do homem caso isso Lhe seja solicitado. O antídoto para o problema dela e tantos milhões de pessoas é, justamente, pedir e permitir que o Criador se manifeste em suas vidas.

“O contrário de ansiedade é calma, tranquilidade com boas doses de confiança e certeza de um resultado positivo. Resumindo em uma palavra: fé”, explica o bispo Renato Cardoso. “Fé em que ou quem? Em alguém que pode lhe garantir um resultado positivo.”

E esse Alguém só pode ser Deus, pois Ele é o único capaz de livrar o ser humano de qualquer dúvida. Quem tem fé em Sua ação não se permite abater por incertezas, pois sabe que a vitória virá.

Como afirma o bispo, “a boa notícia é que esse Alguém é nosso Pai. E qual o pai que não sabe o que seu filho precisa? Qual a mãe que já não deixou de ter para si para dar ao filho? Será que esse Pai que cuida tão bem de plantas e animais não cuidará de seus filhos? Esta é a base da fé que anula e vence toda ansiedade do seu coração”.

Ao contrário do que muitos pensam, a ansiedade é sim uma doença real e, muitas vezes, até mesmo letal. Todavia, sua cura está ao alcance de todos. Se você tem sofrido com algum grau de ansiedade, visite hoje mesmo a Universal mais próxima de sua casa e descubra como fazer de Deus o seu remédio.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ansiedade: quando a dúvida vence a fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Coordenadora de Conteúdo:

Repórteres:



E-mail para Contato:

Telefone:

Endereço

Cep:

Free WordPress Themes, Free Android Games