Piquenique entre mães e filhas

Iniciativa do Projeto T-Amar reuniu milhares de pessoas em todo o mundo



Por Por Flavia Francellino / Fotos: Cedidas

Uma proposta concebida pelo Projeto T-Amar fez com que mães reservassem um dia em suas agendas para levar as filhas a um piquenique em grupo. O evento aconteceu no Brasil e também mundo afora. Caribe, África do Sul, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Argentina, Uruguai, Colômbia e outras localidades reuniram milhares de pessoas.

Em São Paulo, o encontro aconteceu no dia 28 de outubro, um sábado. Quem faz parte do grupo do Templo de Salomão, por exemplo, participou do piquenique no Parque da Água Branca, na zona oeste da capital. O evento foi embalado por músicas cantadas por integrantes do Coral do Templo, além de contar com brincadeiras e dinâmicas.

Momentos únicos

A supervisora contábil Viviane Rovarotto, de 43 anos, foi uma das mães que compareceram. Ela decidiu agarrar a proposta, que enxergou como “a oportunidade de desfrutar de momentos em família e estar com pessoas queridas”. Ao lado da filha Sara, de 8 anos, pôde participar de dinâmicas, o que a fez resgatar a essência da infância. “Minha filha ficou muito feliz por estar no parque comigo e as amigas.”

Já a coordenadora pedagógica Evanice de Siqueira Vasconcelos, de 40 anos, acompanhou a filha caçula, Carla, de 14 anos. “Quando surgiu a proposta do piquenique, em um grupo em que todo mundo estava motivado, eu achei maravilhoso. São momentos que a gente precisa acrescentar à nossa vida.Encontros como esse ensinam e você espairece um pouco. Além disso, conhecemos pessoas novas. Foi muito gratificante.”

Evanice contou do que mais gostou: “da dinâmica. Mãe e filha precisaram interagir. Foi legal porque havia tempos que não brincávamos juntas. É algo que aproxima. Pudemos aprender que nós duas, unidas, conseguimos vencer os problemas, os desafios. Independementemente de ganhar ou perder, juntas conseguimos ir mais longe.”

Interação em família

A primeira ação como essa organizada pelo T-Amar ocorreu em maio de 2016, em todo o Brasil. Desde então, dois piqueniques são realizados por ano e, a partir deste semestre, o evento se estendeu a outros países.

Edineia Santos Dutra, coordenadora do grupo no Brasil, explica como a proposta surgiu: “os pais estão cada vez mais envolvidos com o trabalho e os filhos mergulhados no mundo virtual. Pensamos que um espaço junto à natureza e sem estímulos eletrônicos seria um bom local para proporcionar momentos de descontração e um contato mais próximo, uma vez que todo o ambiente contribuía para tal intento.”

A coordenadora destaca que o intuito não foi apenas que mãe e filha estivessem juntas fisicamente, mas atentas uma à outra. “Em nossos encontros mensais, buscamos chamar atenção para essa vida corrida que muitos vivem, em busca da realização profissional ou de suprir as necessidades da família, e em que quase não sobra tempo para olhar nos olhos dos filhos, ouvir suas histórias, sentir por suas derrotas, dividir a alegria de suas conquistas.”

Para Evanice, que começou a frequentar as palestras promovidas pelo grupo no final de 2016, tais encontros lhe proporcionaram esse olhar diferenciado. “O T-Amar nos traz uma visão amplificada da família.”

Ela relata que passou a pôr em prática aquilo que, muitas vezes, ficava na teoria. “Percebo coisas que eu sei que errei com minha filha mais velha (Estefani, de 20 anos), mas não quero errar com a mais nova. Eu aprendi a ouvi-la mais”, finaliza.

O projeto

O grupo visa auxiliar as mães, por meio de palestras e orientações, a driblar as dificuldades na criação de seus filhos. Só em 2016, 7.965 voluntários do T-Amar atenderam 26.166 pessoas. O grupo surgiu em 2012, por iniciativa do Godllywood. Para mais informações, acesse http://projetotamar.org/ e https://facebook.com/projetotamaroficial/

Informações do UNIcom

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Piquenique entre mães e filhas

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games