Entenda por que Deus não age na sua vida

Ele quer, mas não consegue por uma razão. Saiba qual é

Por Por Jeane Vidal / Foto: Fotolia

Se analisarmos os relatos bíblicos das curas realizadas pelo Senhor Jesus durante o Seu ministério aqui na Terra, notaremos que em todas elas (exceto em uma) bastou uma palavra, um toque dEle ou nEle para que a pessoa fosse completamente livre da enfermidade.

Contudo, houve um caso específico da cura de um cego que o Senhor Jesus teve muita dificuldade para realizar. Acompanhe a passagem bíblica:

“E chegou a Betsaida; e trouxeram-Lhe um cego, e rogaram-Lhe que o tocasse. E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu cada homem claramente. E mandou-o para sua casa, dizendo: Nem entres na aldeia, nem o digas a ninguém na aldeia. Marcos 8:22-26

Observe que tão logo o homem foi apresentado a Jesus, imediatamente Ele o levou para fora da cidade. Somente quando estavam fora da aldeia é que Jesus cuspiu em seus olhos e lhe impôs as mãos, mas ainda assim, ele não passou a enxergar completamente, foi necessário Jesus tornar a impor as mãos sobre os olhos daquele homem para que ele ficasse completamente livre da cegueira.

“Jesus nunca teve tanta dificuldade em curar alguém como este homem”, destaca o bispo Augusto Dias. “Em qual passagem bíblica você vê Jesus repetir alguma coisa para curar alguém? Em qual parte da Bíblia está escrito que, para curar alguém, Jesus teve que levá-lo para fora da localidade? Nunca. Só com esse cego.”

O bispo Augusto explica que aquele homem estava contaminado pelo ambiente em que vivia e isso impedia Jesus de agir ali. Aquela aldeia era um local de diversão para os pescadores e aquele cego estava contaminado por causa do que ouvia.

Existem duas portas de entrada para a contaminação: os olhos e os ouvidos. As pessoas reagem, tomam atitudes ou não, motivadas pelo que veem e ouvem.

“É tão verdade que o ambiente daquela cidade é que estava contaminando aquele cego e impedindo de ele ser curado que, depois de tirá-lo de lá e curá-lo, Jesus o advertiu para que não retornasse para lá”, argumenta o bispo.

Será que Jesus também não tem encontrado dificuldade para realizar algo em sua vida? Será que a transformação que você tanto tem buscado não aconteceu ainda porque você se deixou contaminar pelas distrações e informações que o mundo apresenta?

É como uma pessoa que, de tanto ouvir que câncer não tem cura, ao ser diagnosticada com essa doença, automaticamente, entra em desespero e cai em depressão.

Se o diagnóstico fosse de uma doença que tem tratamento, certamente a reação dela seria outra. Iria ao médico em busca do medicamento necessário e tomaria, crendo que seria curada, porque essa é a informação que ela recebeu: que o problema dela tem cura.

Por que, atualmente, embora haja muito mais recursos para pregação do Evangelho, não obtemos os mesmos resultados que os apóstolos obtinham?

“Nós temos a Bíblia e nela contém até o que eles (os apóstolos) fizeram e isso aumenta a fé. Eles nem sequer tinham a Bíblia. Contavam histórias. Por que, então, não vemos o que acontecia na época dos apóstolos acontecer hoje?”, questiona o bispo.

“A diferença é que na época dos apóstolos havia pouca contaminação. Não havia informações que pudessem neutralizar a fé. Não havia rádio, televisão, internet, não havia a mídia que existe hoje. Por isso, eles tinham a capacidade de se santificar mais e, quanto maior for a santificação, maior a unção, maior a manifestação do Espírito”, esclarece.

Hoje, essa aldeia é o mundo.

Talvez fisicamente sua visão seja perfeita, mas espiritualmente você é cego, porque se deixou contaminar pelas impurezas desse mundo, e a única forma de ser curado dessa cegueira espiritual é “indo para fora”, como Jesus fez com o cego de Betsaida.

Salvação

Para que Deus possa fazer o que precisa ser feito na sua vida é preciso se desintoxicar. É preciso fechar os olhos para o mundo, mergulhar no seu interior e permitir que Ele tenha acesso para arrancar todo o lixo que a “aldeia” provocou em você.

“Jesus quer levar os cegos espirituais para fora da aldeia, a fim de curá-los. Tem muita coisa que Ele quer fazer na sua vida, mas não está conseguindo. Se não houvesse necessidade de levar aquele cego para fora da cidade, você acha que Ele levaria? E ainda o teria advertido que não voltasse?”, indagou o bispo.

Talvez, um dia, você já tenha saído da aldeia, mas retornou e, hoje, voltou a sentir os antigos desejos. Voltou a desejar o que um dia já havia lançado fora, mas pouco a pouco deixou que as velhas vontades, a velha criatura, voltassem.

Cuidado. O que você tem de mais precioso está em jogo, ou seja, a sua Salvação.

Saia da aldeia

O que está lhe contaminando? É um relacionamento? Um vício? O ódio? A mentira? Os maus olhos? “Seja inteligente, saia da aldeia, se santifique. Você se tornará puro, lavado, purificado, santificado e abençoado”, aconselha o bispo.

Se você se sente fraco espiritualmente e não tem encontrado forças para abrir mão das suas vontades e das facilidades que o mundo lhe oferece, participe todas as quartas-feiras da “Noite da Salvação”, em uma Universal, e fortaleça o seu espírito.

Procure o endereço mais perto de sua casa, clicando aqui.

Para acompanhar essa e outras pregações do bispo Augusto Dias acesse o canal dele no You Tube: https://www.youtube.com/user/bispoaugustodias

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Entenda por que Deus não age na sua vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games