Ganhar na loteria é a solução para todos os problemas?



Por Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock

Com o fim do ano se aproximando, milhões de pessoas reservam dinheiro para apostar nas loterias especiais. O prêmio é maior e, mesmo as chances de ganhar sendo menores, muitos acreditam que, dessa vez, vão “tirar a sorte grande” e mudar de vida.

Entretanto, a história mostra que nem sempre essa mudança é para melhor. O norte-americano Billy Bob Harrell Jr, por exemplo, ganhou 31 milhões de dólares, em 1997. Casado, pai de três filhos e incapaz de se sustentar em um emprego, acreditou que dali para frente seria definitivamente feliz.

Não foi.

Billy passou a fazer grandes doações a amigos e instituições nas quais acreditava. As pessoas, aproveitando-se disso, pediam mais e mais dinheiro. O estresse causado pela nova rotina fez com que a sua esposa pedisse o divórcio, o que o afastou também dos filhos.

Menos de 2 anos após ser o “sortudo da vez”, sozinho, deprimido e se sentindo pressionado, ele atirou contra o próprio peito. Antes do suicídio, escreveu um bilhete afirmando: “Ganhar na loteria foi a pior coisa que poderia ter me acontecido.”

Ruim para o ganhador, ruim para todos

Tão trágica quanto a história de Billy é a de Andrew Jackson Whitakker, ganhador do sorteio especial de Natal nos Estados Unidos em 2002. O empresário já tinha uma fortuna de cerca de 17 milhões de dólares quando ganhou sozinho na loteria, levando para casa mais 113 milhões de dólares.

Jack, como era conhecido, passou a realizar grandes doações e empréstimos a amigos. Mesmo sendo roubado várias vezes, saía à rua com milhares de dólares em espécie e dava mesadas à família.

Menos de 2 anos após o sorteio, o namorado de sua neta morreu de overdose na casa dela. Um mês após o ocorrido, a neta também foi encontrada morta, com cocaína e metadona no organismo. A filha de Jack morreu pouco depois.

Em 2007, ele passou a ser processado por várias pessoas e empresas, que alegavam calotes, inclusive por um cassino, para o qual devia 1,5 milhão de dólares.

Hoje, o “sortudo” tem 68 anos de idade e trabalha em dois empregos para sustentar a família. Recentemente a casa dele pegou fogo, fazendo-o perder o pouco que lhe restava.

Sempre que pode, Jack aposta na loteria. Espera que agora tenha mais sorte e possa, enfim, se aposentar.

O erro dos “sortudos”

Billy e Jack participam de uma grande lista de vencedores de loteria que perderam tudo o que já tinham e o que ganharam. Curiosamente, os dois eram cristãos e doaram dinheiro às igrejas antes de falirem, mas isso não foi o bastante para livrá-los da ruína.

O bispo Jadson Santos, em vídeo publicado recentemente no Youtube, explica que não importa o tempo que uma pessoa passe orando, o que importa é cumprir o que a Bíblia ensina: “Você precisa ter coragem para obedecer a voz de Deus. Você pode orar 24 horas por dia. Se você não obedecer a Palavra de Deus, você não vence.”

Talvez esse seja o erro de muitas pessoas que ganham dinheiro. Jack, por exemplo, deixou de honrar as suas dívidas. Em contrapartida, gastava o dinheiro em novas apostas. Billy se esqueceu de cuidar primeiro da própria casa e acabou solitário.

O homem, muitas vezes, enxerga apenas o resultado imediato, se esquecendo do futuro. A Bíblia orienta: Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a Vida Eterna.” Gálatas 6.7,8

O ensinamento não distingue aqueles que já conquistaram fortuna dos que ainda não conquistaram. Simplesmente deixa claro que o homem é responsável pelo que lhe acontece. Se alguém despreza a Palavra de Deus, arcará com as consequências.

“Nunca, em tempo algum, cometa esse erro com Deus, porque o dia em que você desprezar a voz de Deus você não vai ter nada com Ele. Nada. Se você quer ter resultados na sua vida, aprenda a obedecer a Palavra de Deus”, afirma o bispo.

Ele explica ainda que Deus não é contra a prosperidade. Ao contrário, Ele quer que os Seus filhos vivam bem. Porém, é preciso honrá-Lo.

“Eis aí o segredo para você conquistar: permanecer na fé, venha o que vier, custe o que custar. Fiel no muito, fiel no pouco. Fiel no pouco, fiel no muito. Para você permanecer no muito, permaneça na fé”, conclui o bispo.

Quer aprender a ter sucesso financeiro permanecendo fiel a Deus? Participe do Congresso Para o Sucesso, que acontece todas as segundas-feiras, na Universal.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ganhar na loteria é a solução para todos os problemas?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games