USA
 

Uma profecia de Isaías pode estar se cumprindo agora

Assista ao vídeo e entenda

Escavações arqueológicas mostram que Damasco é uma cidade ocupada há mais de 5 mil anos.

Atualmente, Damasco é a capital da Síria, um país completamente arrasado pela guerra.

E uma profecia, descrita por Isaías, na Bíblia, já pode ser observada nesse território: “Peso de Damasco. Eis que Damasco será tirada, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas.” Isaías 17.1

Confira as imagens:

Como até hoje a história não mostra uma completa destruição de Damasco, muitos estudiosos que estão acompanhando os movimentos de guerra na Síria acreditam que essa profecia não se cumpriu no passado e que Isaías falava dos tempos atuais.

Por que a Síria está em guerra?

Basicamente, o atual conflito na Síria começou com a Primavera Árabe, que teve início em dezembro de 2010. Esse evento foi uma onda de protestos e revoluções que ocorreram no Oriente Médio e no Norte da África, em países islâmicos em que as pessoas pediam por mais democracia.

A população da Tunisia começou a se opor ao ditador Zine Ben Ali, forçando-o a deixar o poder – o que aconteceu em 2010.

Como esse ato teve sucesso, as populações que se sentiam oprimidas em outros países islâmicos começaram a lutar pela queda de seus chefes de Estado também.

Além da Tunísia, outros países conseguiram esse resultado: Iémen, Líbia e Egito.

Porém, quando a onda de protestos chegou à Síria, o atual presidente do país, Bashar al-Assad, passou a reprimir com violência a oposição que se levantou. O conflito cresceu até se tornar uma guerra civil.

Por causa do enfraquecimento do regime al-Assad no território Sírio e as diferenças de ideais políticos entre a população, grupos extremistas, como o Estado Islâmico (ISIS), passaram a ganhar força e hoje o território está devastado e inabitável. Outra consequência dessa guerra, foi a fuga em massa da população Síria para, principalmente, a Europa.

No dia 6 de abril último, o regime al-Assad foi acusado de utilizar armas químicas contra civis – ato considerado como “crime de guerra”. Então, os Estados Unidos (EUA) realizaram um ataque contra a Síria em resposta a isso, criando um clima de tensão, pois a Rússia, que apoia o regime al-Assad, não concordou com o ataque dos EUA.

Coreia do Norte

Ao mesmo tempo em que o conflito entre EUA e Síria se estende, o país norte-americano se depara com outro perigo: a Coreia do Norte.

O Universal.org noticiou que em setembro do ano passado a Coreia do Norte havia realizado com sucesso um teste de bomba nuclear. Atualmente, o país asiático está ameaçando atacar os EUA.

O Fim dos Tempos já começou?

Como esclareceu o bispo Renato Cardoso durante encontro especial do Estudo do Apocalipse – que acontece aos domingos, às 18h, no Templo de Salomão, localizado na capital paulista –, as guerras e os rumores de guerras são sinais do Fim dos Tempos (Mateus 24.6). Entretanto, o fim propriamente dito ocorrerá apenas depois do surgimento do primeiro cavaleiro do Apocalipse.

“Nestas semanas está havendo rumores de guerra. Os Estados Unidos bombardearam a Síria, a Rússia já se manifestou contrária a isso, a Coreia do Norte está em um ensaio de guerras nucleares, um grande navio de guerra norte-americano já foi dirigido para a Coreia do Sul para se preparar. São rumores de guerras. Mas, todas essas coisas são o princípio. Uma nova época de dores terá início com a abertura do primeiro selo. O primeiro cavaleiro (citado em Apocalipse), o do cavalo branco, que é o anticristo. Quando ele se manifestar neste mundo, ali será o início dessa nova época, dessa nova fase de dores”, explicou o bispo.

Não tem como saber quando o Fim dos Tempos ocorrerá (Mateus 24.36), mas aqueles que buscam o Senhor Jesus serão salvos.

Se você deseja alcançar a Salvação Eterna, participe dos encontros que ocorrem diariamente em toda a Universal. Veja aqui os endereços.

Você também pode conferir as palestras anteriores do Estudo do Apocalipse por meio do Univer.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo