USA
 

Familiares de presos visitam o Templo de Salomão

Um grupo com mais de 30 pessoas conheceu o local e participou das reuniões

Na área externa do Templo de Salomão, localizado na região central da capital paulista, é possível fazer visitas ao Tabernáculo de Moisés e ao Memorial dos Templos de Jerusalém, por exemplo, que foram reproduzidos com fidelidade aos originais. Desde a sua inauguração, há pouco mais de dois anos, o Templo de Salomão tem recebido visitantes de todo o Brasil e de diversas partes do mundo.

No dia 15 deste mês, um grupo de mais de 30 familiares de pessoas que estão privadas de liberdade realizou um passeio pelo Jardim Bíblico para conhecer a história dos Templos originais, por meio de réplicas e artefatos daquela época. Os visitantes estavam acompanhados do pastor Marcos Datri e de sua esposa, Cirlei Datri, além de Rose Silva, esposa do bispo Afonso Silva.

Em mensagem enviada ao portal universal.org, o bispo Afonso Silva falou da importância do trabalho do grupo Universal nos Presídios (UNP). “O UNP tem trabalhado duro todos os dias em centenas de presídios com a população carcerária e seus familiares para mostrar e provar que existe uma saída mesmo que tudo pareça perdido. O intuito de levar familiares de detentos ao Templo de Salomão é mostrar que Deus é grande e quer que essa grandeza chegue até todos nós. No Templo, essas pessoas têm um encontro com Deus e conhecem a verdadeira liberdade. Uma vez livres, levam o espírito da liberdade para dentro da cadeia, onde o seu ente querido se encontra em um momento de dor.”

A fé como sustento

Nem a forte chuva com trovoadas e relâmpagos que caiu à tarde na cidade de São Paulo atrapalhou a visita. Todos faziam o passeio pela primeira vez. Durante a chuva, eles ficaram protegidos sob a tenda do Tabernáculo.

Enquanto isso, a operadora de máquinas Zilda de Sales, que está na Universal há seis anos, nos contou o significado de estar ali no momento em que tem um dos filhos preso. “Meu filho de 23 anos foi condenado a 32 anos de cadeia. Isso pegou toda a família de surpresa. Então, a Universal tem sido o nosso sustento, graças à Palavra que ouvimos no Templo. Creio que, por meio da fé, meu filho há de sair de lá um homem de Deus.”

Antes do horário da visita, no período da manhã, alguns familiares participaram da reunião com o Bispo Edir Macedo. Após a visitação, aqueles que não tinham participado da reunião assistiram à reunião com o bispo Renato Cardoso.

“É um privilégio e uma alegria muito grande fazer a visita com os familiares, pois acompanho o sofrimento de muitos deles. É muito bom para eles quando surge a oportunidade de visitar o Templo e assistir a uma reunião, porque é Deus dando a cada um deles a oportunidade de uma mudança em suas vidas e de seus parentes que estão presos. Eles saíram diferentes e maravilhados com tudo que ouviram e aprenderam”, relatou a obreira Maria do Carmo Faria, de 49 anos, que é voluntária do grupo UNP e atende os familiares do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mogi das Cruzes, na Região Metropolitana de São Paulo.

Universal nos Presídios

Há mais de 30 anos a Universal realiza um importante e reconhecido trabalho de evangelização com detentos e seus familiares. O objetivo é levar a Palavra de Deus e mostrar o caminho para a verdadeira liberdade. Se você quer fazer parte do grupo Universal nos Presídios como voluntário, visite a igreja mais próxima e converse com o pastor ou o bispo responsável.

Tour pelo Jardim Bíblico do Templo de Salomão

Se você deseja viver essa experiência, agende uma visita pelo telefone (11) 3573-3535, pelo e-mail  ou acesse o site através desse link

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo