USA
 

Na República Checa, pessoas fazem compras com o uso de chips implantados nas mãos

Seria um sinal do Fim dos Tempos?

As tecnologias estão se desenvolvendo a largos passos. Atualmente, por exemplo, um conceito conhecido como “internet das coisas” está sendo amplamente discutido entre desenvolvedores de tecnologias pelo mundo todo. Trata-se de interconectar dispositivos eletrônicos, controlando e trocando informações por meio deles.

E essa realidade não está muito distante. Celulares carregam informações de seus portadores e controlam até mesmo máquinas de fazer café por meio de um aplicativo, por exemplo. O mundo está cada vez mais conectado.

Pensar em pessoas carregando chips em seus corpos há alguns anos era algo apenas concebível em obras de ficção científica. Contudo, implantes de chips estão se tornando comuns pelo mundo. Em um pequeno dispositivo desses – alguns têm em média 12 milímetros quadrados de tamanho –, os usuários podem gravar informações do dia a dia, como, por exemplo, senhas de cartões de crédito, números de identificação e até mesmo Bitcoins, que são moedas virtuais frequentemente utilizadas em pagamentos online.

Na República Checa, no continente europeu, chips eletrônicos vêm sendo implantados nas mãos de dezenas de voluntários. O objetivo do teste é verificar a praticidade e utilidade de usar Bitcoins em pagamentos nos estabelecimentos comerciais sem a necessidade de um cartão com senha. O projeto Paralelní Polis, que idealizou a iniciativa, garante que é uma tendência do mercado para os próximos anos. Segundo um representante, Jan Hubik, a implantação do chip não requer processo cirúrgico e está sendo muito bem recebida pelas pessoas que adquirem acesso a essa tecnologia.

“O primeiro evento (sobre o chip) foi realizado no final de janeiro. O procedimento de implantação seguinte foi realizado em setembro. E, nessa vez, o dobro de pessoas estava interessado ​​no produto”, avaliou Hubik.

Confira no vídeo abaixo, divulgado pela Paralelní Polis, um trecho da demonstração de utilização do chip:

Será um presságio sobre a marca da besta?

Na Bíblia, encontramos a seguinte referência sobre a marca da besta: “E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.” Apocalipse 13.16,17

Por meio do versículo acima, é possível interpretar que o anticristo – que virá para causar a destruição na humanidade no Fim dos Tempos – criará um sistema financeiro unificado e todos que desejarem fazer parte desse sistema terão de apresentar um sinal.

“Ninguém poderá comprar ou vender sem que tenha a marca da besta, significando que os convertidos ao Senhor Jesus terão de pagar com a própria vida para manterem a sua Salvação eterna; do contrário, terão de se render aos caprichos da besta”, observa o bispo Edir Macedo no livro “Estudo do Apocalipse”.

Será que os chips eletrônicos contendo dinheiro virtual serão esse sinal, descrito em Apocalipse? O que você pensa sobre isso? Deixe o seu comentário.

Aos domingos, às 18h, no Templo de Salomão, ocorre o Estudo do Apocalipse. Se você deseja aprender sobre a Salvação e o Fim dos Tempos, participe. Também é possível acompanhar essa reunião exclusivamente por meio do Univer.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo