USA
 

Estado civil: ainda solteiro

O que falta para você ser abençoado na vida amorosa?

Mais solteiros no “mercado”. É isso o que mostra a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2013. Enquanto muitos acham que faltam pretendes, a pesquisa revela uma contradição: no ano passado, havia 2,7 milhões de solteiros a mais no Brasil que em 2012. Atualmente, são 77 milhões de solteiros no País (considerando a população acima de 15 anos).

Em boa parte dos casos são pessoas dinâmicas, bem-sucedidas profissionalmente e sempre antenadas com relação à aparência. Sabem articular sobre as últimas tendências do mercado financeiro, discutem muito bem política e são capazes até de dar uma previsão econômica para um país. Mas quando o assunto é vida amorosa, não conseguem entender por que, até hoje, estão solteiras. Se acham bons partidos, mas a impressão que dá é que só eles acham.

No afã de não ficarem sozinhos, muitos acabam se envolvendo em relacionamentos que só trazem problemas e traumas.

O ano ainda não acabou

Quantas vezes você já achou que perdeu tempo em algum relacionamento e que sua vida amorosa está atrasada? Uma oportunidade que desperdiçou, um erro que cometeu, uma decisão errada e agora você olha e pensa: "Já era para eu estar lá na frente!" Sim, mas você não está, e agora? Vai ficar aí só se lamentando?

Há quem se pergunte o que fazer, alegando já ter feito de tudo para atrair um par ou já ter procurado em todos os lugares, sem sucesso.

Muitos já devem estar até mesmo protelando a vida amorosa para a lista de pedidos de 2015. Mas o ano ainda não acabou. Assim, o que você espera que aconteça em sua vida amorosa ainda este ano e o que precisa fazer para que isso se realize?

Na Terapia do Amor desta quinta-feira (20), os solteiros terão a resposta. Saiba mais sobre as palestras acessando http://www.universal.org/terapiadoamor/. Não deixe de participar!

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo