USA
 

A busca por beleza

Vaidade exacerbada e perfeição exterior desvaloriza homens e mulheres

O asseio e o cuidado com a aparência são preocupações naturais do ser humano, que não devem comprometer a relação dele com a sua própria imagem, nem tornar-se alguém irreconhecível para si mesmo. A preocupação exacerbada com a vaidade e a busca pela perfeição exterior desvaloriza a beleza de homens e mulheres, porque não reserva nem tempo nem espaço para se admirar valores e convicções de cada um.

Então, por que algumas pessoas procuram ser o que não são, acentuando defeitos em si mesmas, buscando as melhores qualidades nos outros, em vez de explorarem o que há de melhor nelas? Muitos, realmente, sofrem de doenças e obsessões, distúrbios de imagem que os impedem de enxergar a própria beleza interior e esperam apenas ser valorizados a partir de suas dissimuladas transformações. 

Dezenas de cirurgias plásticas realizadas sucessivamente, centenas de opções de implante e até mesmo partes arrancadas do corpo alimentam uma farsa, ditada por padrões de beleza, muitas vezes consumidos desde a infância. Homens e mulheres “bonecos” modificam seus rostos e corpos, a qualquer custo, a fim de se assemelharem aos brinquedos Barbie e Ken, por exemplo.

Contracorrente

Recentemente, um artista recriou uma dessas bonecas, porém, com as medidas reais de uma adolescente norte-americana de 19 anos. A boneca que retrata uma jovem comum é mais baixa, mais encorpada e não menos bonita do que a boneca original, aquela que dita um modelo de beleza mundial muito esguio, alto e magro.

Mas, além de boas iniciativas que possam suscitar a discussão sobre novos comportamentos, o mais importante para lidar com essa situação é entender que não existe felicidade onde apenas há uma busca frenética por beleza exterior ou por ser outra pessoa, uma personagem, e não ser você mesmo.

Quando as máscaras caírem, e não houver mais público para homens e mulheres-bonecos, é que eles perceberão que brincaram com a própria vida em vão. Por isso, não devermos nos deixar impressionar por aquilo que a sociedade dita ser bonito. Quem precisa de ajuda deve reconhecer que se deixou levar pela vaidade e buscar o Verdadeiro alimento da alma, para assim resgatar a própria identidade.

“É certo que há muitas coisas que só aumentam a vaidade, mas que aproveita isto ao homem?” Eclesiastes 6.11

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo