USA
 

Você é uma promessa?

O Espírito Santo sempre usa os Seus servos para orientar, exortar e advertir

Quantos ex-obreiros, ex-pastores, ex-membros, enfim, ex-cristãos hoje estão vivendo como um sal insípido? Não servem nem a Deus nem ao mundo: são defuntos ambulantes!

É verdade que o diabo trabalhou duro para que isso acontecesse em suas vidas; mas este não é o motivo principal por que caíram, pois a Palavra de Deus tem advertido quanto ao arrependimento e à prática do primeiro amor.

Ninguém pode arranjar desculpas ou acusar a quem quer que seja pelo motivo da sua queda. O Espírito Santo sempre usa os Seus servos para orientar, exortar, advertir e tudo o mais, para que ninguém venha a cair na condenação do diabo.

Cabe exclusivamente à pessoa decidir por si mesma e praticar aquilo que a Bíblia ensina, a fim de tomar posse da sua salvação a cada dia. Os que reconhecem o seu pecado e se arrependem, estes são os vencedores que têm a promessa garantida do Senhor:

"Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe." Apocalipse 2.17

Analisemos tal promessa por partes. O Senhor Jesus primeiro diz "...Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido...”, ou seja, o Pão da Vida, que é Ele próprio, conforme disse: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente..." João 6.51

O Senhor, aqui, lembra-nos acerca do Seu povo, que foi diariamente por Ele sustentado durante o período de quarenta anos.

Depois, diz "...bem como lhe darei uma pedrinha branca...", que também é Ele mesmo. O Senhor Jesus é a “pedra cortada sem o auxílio das mãos”, conforme o profeta Daniel registrou: "Quando estavas olhando, uma pedra foi cortada sem auxílio de mãos, feriu a estátua nos pés de ferro e de barro e os esmiuçou." Daniel 2.34

Ele também é “a pedra angular”, conforme cita o apóstolo Pedro:  "Pois isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será, de modo algum, envergonhado".1 Pedro 2.6

E é também "a pedra fundamental": "Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo" 1 Coríntios 3.11.

Assim, o Senhor Jesus Cristo é chamado de “pedrinha branca” como uma figura dEle, glorificado.

Por último, Ele diz "...e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe" (Apocalipse 2.17). A expressão "e sobre essa pedrinha" quer dizer "gravado nessa pedrinha".

É exatamente o que o Senhor prometeu ao profeta Isaías, dizendo: "Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei; os teus muros estão continuamente perante mim." Isaías 49.16

A pedra lembra a vestimenta sacerdotal do sumo sacerdote Arão, que sobre o peito trazia pedras preciosas diante do Senhor. Porque o próprio Deus havia ordenado:

"Farás também o peitoral do juízo de obra esmerada, conforme a obra da estola sacerdotal o farás: de ouro, e estofo azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino retorcido o farás. Quadrado e duplo, será de um palmo o seu comprimento, e de um palmo, a sua largura.

Colocarás nele engaste de pedras, com quatro ordens de pedras: a ordem de sárdio, topázio e carbúnculo será a primeira ordem; a segunda ordem será de esmeralda, safira e diamante; a terceira ordem será de jacinto, ágata e ametista; a quarta ordem será de berilo, ônix e jaspe; elas serão guarnecidas de ouro nos seus engastes.

As pedras serão conforme os nomes dos filhos de Israel, doze, segundo os seus nomes; serão esculpidas como sinetes, cada uma com o seu nome, para as doze tribos." Êxodo 28.15-21

A pergunta é: por que todo este trabalho artístico na estola do sumo sacerdote? A resposta está logo adiante, no próprio texto: "Assim, Arão levará os nomes dos filhos de Israel no peitoral do juízo sobre o seu coração, quando entrar no santuário, para memória diante do Senhor continuamente." Êxodo 28.29

Arão, o sumo sacerdote, quando entrava na presença de Deus, levava no peito, na altura do coração, doze pedras, cada uma delas representando o nome de cada filho de Israel.

O peitoral do juízo era um pedaço de pano esmeradamente tecido, dobrado e aberto na parte superior, de modo a formar uma espécie de bolso, e colocado na parte frontal da estola.

Era adornado com dozes pedras preciosas, em quatro fileiras, nas quais estavam gravados os nomes das doze tribos de Israel. Agora podemos entender melhor a promessa que o Senhor Jesus faz para os vencedores da igreja em Pérgamo: a pedrinha branca, gravada com um nome novo, que só conhece aquele que a recebe.

As pedras preciosas que Arão trazia no peitoral do juízo, sobre o seu coração, para memória continuamente diante do Senhor, representam a pedrinha branca que o Senhor Jesus traz no Seu coração, em memória eterna diante do Seu Pai.

Mas, que fique bem claro, essa pedrinha branca só tem gravado o novo nome daqueles que O têm como Senhor e Salvador, Sumo Sacerdote e Intercessor junto ao Pai, e que praticam a Sua Palavra!

Através do Senhor Jesus, eles têm acesso à mais íntima e profunda comunhão com o Deus-Pai. A pedrinha branca está no coração do Senhor Jesus, e nEle os vencedores estarão permanentemente diante do Deus-Pai.

É o que o apóstolo Paulo diz: "porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus." Colossenses 3.3

Será que você, amigo leitor, tem sido um vencedor? Não estou me referindo à sua vida profissional ou matrimonial, não, mas à sua vida espiritual. Se você morrer hoje, tem certeza de que está salvo? Tem certeza de ganhar essa pedrinha branca com um nome novo escrito?

Se, até hoje, você vivia uma vida mais ou menos de acordo com a Palavra de Deus, agora não tem mais desculpas. Tome já a decisão de não mais viver assim, mas totalmente de acordo com Deus, pois o Espírito Santo não permite mistura!

Comentário

Qual a sua opinião sobre essa matéria?
Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão.
Somente comentários relevantes serão autorizados.
Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline.
Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@universal.org.br.



Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo