USA
 

Afastado de Deus, não da igreja

A desobediência à Palavra de Deus produz morte eterna

Tags: porta fora crente

Ora, quem está à porta batendo é porque está do lado de fora. É isto o que acontece com a maioria dos que se dizem crentes, e também aconteceu com Sansão, pois a seu respeito está escrito: "... porque ele não sabia ainda que já o Senhor se tinha retirado dele" (Juízes 16.20).

No caso de muitas pessoas que se dizem crentes, entretanto, a verdade é que o Senhor nunca esteve realmente com elas.

Quantas igrejas hoje em dia, supostamente cristãs, têm expulsado o Senhor Jesus dos seus cultos, para darem lugar ao formalismo e à pompa religiosa? Elas têm a Bíblia, o batismo, a Santa Ceia, o culto, menos a presença do Senhor da Igreja!

E isto também tem ocorrido com muitos que se dizem cristãos. Aceitaram o Senhor Jesus como Salvador, leem a Bíblia, fazem orações e jejuns, frequentam a igreja e são até dizimistas, mas fazem tudo isto apenas com a sua capacidade intelectual, pois sabem que a desobediência à Palavra de Deus produz morte eterna.

E como não querem ir para o inferno, praticam algumas partes da Bíblia apenas como desencargo de consciência. Não é difícil pagar o dízimo. Ganhar cem e pagar dez não é grande coisa! Seria difícil, sim, ganhar dez e pagar cem!

Também não é "coisa do outro mundo" ir à igreja, passar pelo batismo nas águas, ler a Bíblia, orar e praticar a religião evangélica. Tudo isso é muito simples de se cumprir.

Porém, orar pelos inimigos, perdoar os ofensores e ter consideração para com eles, isto sim, é difícil! É aí que está a diferença entre o trigo e a palha!

Não resta a menor dúvida de que há muitos crentes que têm confessado o que está escrito na Bíblia, mas, na prática, a Pessoa do Senhor Jesus nunca fez parte da vida deles!

O cristianismo para estes tem sido apenas teórico, e, como consequência, também são teóricas as promessas de Deus nas suas vidas!

Enquanto à igreja em Esmirna é prometida a coroa da vida, a igreja em Tiatira é exortada a conservar o que tem, até que o Senhor venha. Enquanto os cristãos em Sardes são advertidos a vigiarem, se não quiserem ser surpreendidos pela vinda repentina do Senhor, a igreja em Filadélfia recebe a promessa de que será guardada da Grande Tribulação.

A igreja em Laodiceia, entretanto, é ameaçada de ser vomitada pela boca do Senhor. É verdade que esta igreja não apresenta pecados graves como algumas outras, porém o fato de ser morna causa um mal-estar tão grande ao Senhor glorificado, que Ele fica a ponto de vomitá-la.

Se ela fosse fria, então estaria morta, mas poderia apresentar uma chance de ressurreição, e o Senhor poderia ser invocado por ela. Se fosse quente, estaria em perfeita comunhão com Ele, mas como é morna, o que poderia o Senhor fazer por ela?

Nada, absolutamente! O Senhor Jesus só pode salvar aquele que reconhece o seu estado de perdição. Caso contrário, nada pode ser feito.

Um exemplo disso é que durante o Seu ministério terreno, o Senhor Jesus passava entre aqueles mais necessitados, mas só quando O invocavam é que eles eram atendidos. O Senhor diz à igreja em Laodiceia:

"Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu." Apocalipse 3.16,17

Esta confissão de riqueza e abastança aponta o coração orgulhoso e avarento daqueles que viviam em uma cidade de grandes negócios, e que ganhavam muito dinheiro.

Devido à riqueza dos seus membros, a igreja em Laodiceia poderia se dar ao luxo de nem precisar pedir ofertas, porque estas eram abundantes, e isto a tornava rica e abastada.

Porém quanto mais dinheiro a igreja ajuntava, mais avarenta também se tornava. A sua riqueza era, assim, um laço para o seu coração. A multiplicação das riquezas pode ser encarada como uma armadilha, se não houver o cuidado de mantê-las fora do coração.

Por isso, o rei Davi disse: "... se as vossas riquezas prosperam, não ponhais nelas o coração" (Salmos 62.10). Não é que as riquezas sejam más, mas sim que não se pode colocar nelas o coração, para não se perder a vida eterna. Só se coloca o coração na fé no Senhor Jesus Cristo.

Comentário



Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo