USA
 

Homicídios no Brasil

São 22,7 casos para cada 100 mil habitantes, a terceira maior taxa da América do Sul

 

O Brasil tem a terceira maior taxa de homicídios na América do Sul. Para cada 100 mil habitantes, são 22,7 casos no País. Os dados do Estudo Global de Homicídios 2011, do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc), divulgado nesta quinta-feira (6), apresentam um balanço mundial, com base em dados de 207 países. Em números absolutos, o Brasil, país mais populoso da América do Sul, lidera o ranking, com 43.909 registros.

Veja também:

Cerca de 40% dos países têm taxas de homicídio abaixo de 3 casos para cada 100 mil habitantes/ano. Em 17% dos países, como no Brasil, essa proporção está acima de 20 para cada 100 mil. Aqueles considerados mais graves estão acima dos 50 homicídios. O documento considera os dados de 2010 ou os mais recentes da região – no caso brasileiro, foram usadas informações de 2009 do Ministério da Justiça.

Desde 1995, a taxa de homicídios tem diminuído em países da Ásia, da Europa e da América do Norte. No entanto, a quantidade de mortes violentas tem aumentado principalmente na América Central e no Caribe. O relatório estima que, em 2010, ocorreram 468 mil homicídios no mundo. Mais de um terço deles (36%) na África, 31% nas Américas, 27% na Ásia, 5% na Europa e 1% na Oceania.

Ainda segundo os dados, 42% dos homicídios envolvem armas de fogo, sendo que, nas Américas, esse índice é de 74%. Na Europa são utilizados objetos pontiagudos em 36% dos assassinatos.  Chegou-se também à conclusão de que a maior parte dos homicídios ocorre em países com baixos níveis de desenvolvimento humano e com altos níveis de desigualdade.

Comentário



Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo