USA
 

Como pequenos comerciantes podem atender com qualidade

Prática é garantia de bons negócios em empresas de qualquer tamanho

Todo mundo se lembra dos dizeres “Volte Sempre” ou “Agradecemos pela preferência” em cartazes ou nas embalagens de estabelecimentos comerciais que fazem parte o dia a dia de qualquer cidadão. Mas a tal preferência que provoca a volta do comprador ou contratador de serviços não depende só de um produto de qualidade, mas de um atendimento eficaz.

Em qualquer segmento de negócio, em empresas de todos os tamanhos, o atendimento ao cliente não é fácil, mas é determinante nos resultados. Algumas providências podem garantir que quem contrata um serviço ou adquire um bem fique satisfeito. E esse bom relacionamento deve ser sempre mantido.

Segundo o consultor Mauricio Ferraz de Paiva, de São Paulo, o cliente nunca deve ser excluído dos processos do trabalho: “Por incrível que pareça é comum encontrar empresas que, depois de realizar uma série de necessidades do cliente, o deixam de lado”. Segundo o especialista, é um erro gravíssimo.

O consultor expõe que as mudanças sociais e as mudanças no ritmo da vida urbana influenciaram positivamente os hábitos dos cidadãos. Tal evolução permitiu o surgimento de novos formatos comerciais, inclusive mais negócios familiares com pequeno número de empregados, uma realidade crescente. E não é porque o negócio é pequeno que ele não precisa de qualidade em seu atendimento.

Paiva dá uma série de dicas aos pequenos comerciantes:

Simpatia – Um sorriso no rosto atrai coisas boas. Se um cliente é abordado assim, dificilmente não retribuirá da mesma forma.

Nunca dificulte – O objetivo de qualquer compra ou contratação de serviços é simplificar as coisas, e não o contrário. Por que complicar ao invés de facilitar? Quanto mais fácil para o cliente, melhor a impressão deixada.

Inove – Embora nem sempre seja possível inovar, o cliente sempre gosta de ser surpreendido por algo bom. Às vezes, algo simples para o comerciante pode ser uma novidade para quem entra em sua loja, diferenciando-o da concorrência.

Confiança – Nunca quebre promessas. Confiar é a palavra-chave de um negócio bem realizado. Quebrar isso pode ser crítico e acaba com qualquer tipo de relação.

Antecipe as necessidades – Descubra do que o cliente precisa. Não faça somente o que ele pediu. Pense no que pode ser feito para superar as expectativas, ofereça mais do que o esperado.

Qualidade – Faça sempre um bom trabalho. É o mínimo que a pessoa espera e – lembre-se sempre – ela está pagando exatamente por isso.

Comentário



Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo