USA
 

Acervo literário e audiovisual em inglês

Biblioteca do Centro Britânico tem cerca de 7 mil exemplares, acesso a conteúdos de rádio e tevê da rede BBC, jornais diários e revistas

As traduções de livros estrangeiros, sem dúvida, contribuem para a popularização da literatura. Porém, cada vez mais, o leitor procura por versões originais, principalmente em inglês, mas enfrenta dificuldades para encontrar, além dos altos preços.

A Biblioteca do Centro Brasileiro Britânico, uma parceria entre a Cultura Inglesa e o British Council, disponibiliza acesso gratuito ao acervo de quase 7 mil livros, mais jornais britânicos (edição diária do The Times, disponível no mesmo dia de publicação), as mais importantes revistas do Reino Unido (New Scientist, The Economist, Granta) e sistema de áudio com a programação de rádio e tevê da BBC.

Inaugurada em 2000, a Biblioteca oferece literatura britânica clássica e contemporânea, de autores como Charles Dickens, Virgínia Wolf, Agatha Christie, J. K. Rowling e Tom Stoppard, assim como um acervo complementar em artes, geografia, história, peças teatrais, biografias e uma coleção com 340 livros de e sobre William Shakespeare.

Uma equipe especializada está disponível para orientar os usuários da biblioteca, indicar livros e até dar dicas sobre programas de estudos no Reino Unido. Outros serviços oferecidos são as visitas de estudos para escolas, nas quais o acervo é disponibilizado para a consulta local, após os estudantes terem acesso a informações sobre a educação e cultura britânicas.

Público cativo

O serviço atrai um público bastante variado e que já domina o inglês. Ao todo são mais de mil associados. A professora de inglês Mirella Ramacciotti, de 40 anos, é associada há 6 anos. Descobriu a biblioteca através de uma colega de trabalho que usava o serviço para ler jornais britânicos. “Acho que já li mais de 100 livros da biblioteca e sempre participo das palestras. Gosto do acervo fantástico e em constante aprimoramento e da variedade das opções”, diz.

Muitos estrangeiros também se associam à biblioteca, como o escocês Daniel Ritchie, de 51 anos, associado há 7 anos. Diretor de uma empresa de doces escoceses que exporta para todo o País, mudou-se para o Brasil há 6 anos com a mulher, que é paulistana, e os três filhos. “Gosto do ambiente, das ‘librarians’ (bibliotecárias) e da recepção que tenho aqui. Sempre levo livros para casa e já li uns 300”, conta.

Como se associar

A entrada é gratuita e qualquer pessoa pode utilizar o serviço, mas quem quiser levar os livros e revistas para casa deve se associar. Basta apresentar comprovante de residência, documento de identidade original ou outro documento com foto, e pagar uma anuidade de R$ 20. Maiores de 60 anos são isentos. Os associados ainda têm direto a 50% de desconto em todos os eventos promovidos pela Cultura Inglesa São Paulo.

A biblioteca fica na rua Ferreira de Araújo, 741, em Pinheiros, zona oeste da capital paulista. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 9h às 19h.

Comentário

Qual a sua opinião sobre essa matéria?
Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão.
Somente comentários relevantes serão autorizados.
Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline.
Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@universal.org.br.



Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo