USA
 

Entenda por que você precisa concluir o que inicia

IntelliMen: confira detalhes sobre o tema da palestra mensal para homens

Você já deve ter visto a seguinte situação: a pessoa tem a ideia de um novo projeto, se entusiasma e logo coloca o objetivo em prática. Mas, depois de algum tempo, você descobre que, por algum motivo, ela desanimou e não concluiu o que começou. Muitos homens se enquadram nesse cenário e, se você identificou que esse tipo de situação faz parte da sua vida, cuidado: você está sabotando o seu sucesso.

 A virtude da persistência

 O alerta foi do palestrante Renato Cardoso durante o encontro mensal para homens que aconteceu no dia 9 de junho último, no Templo de Salomão, na capital paulista. Durante a palestra, Cardoso mostrou para os participantes uma foto da “Ponte Inacabada” de Cape Town (foto acima), uma cidade costeira da África do Sul - o nome oficial dessa ponte é “Foreshore Freeway Bridge”. Então ele explicou que a ponte começou a ser construída na década de 1970 e que, até hoje, não foi finalizada, por isso o apelido. “Há quase 40 anos aquela ponte está ali. Talvez essa imagem seja a imagem da sua vida. Porque hoje vamos falar sobre esse tema: começa, mas não termina”, avisou o palestrante. A cada reunião um tema diferente do mundo masculino é abordado.

“Essa ponte, hoje, é um monumento à incapacidade, à tolice, ao desperdício, à falta de planejamento. Onde gastou-se tanto dinheiro para chegar até ali e não se usa para nada. Jesus disse que quando alguém vai se propor a construir uma torre, primeiro tem que sentar, usar a cabeça, pensar, calcular os custos - para ver se tem o dinheiro para concluir a torre (veja Lucas 14.28). E não simplesmente começar a construir. E quando chega na metade, descobre que acabou o dinheiro, então, ele termina sem dinheiro e sem torre. E todo mundo que vai passar por aquela torre inacabada, vai dizer: 'Tolo é o homem que fez isso'. Muitos homens têm cometido esse erro”, enfatizou.

Melhor do que começar, é terminar

O palestrante acrescentou que nós estamos causando um dano para a nossa vida quando nos propomos a fazer algo e não fazemos. A nossa vida não se desenvolve, não alcançamos o sucesso. Muitos homens têm levado suas noivas ao altar, têm feito uma aliança ali, mas, com o tempo, traem suas esposas, separam-se delas ou tornam-se tão insuportáveis que elas decidem deixá-los. Começam um empreendimento, compram os produtos, aluga um espaço e logo desistem ao perceberem que vai levar algum tempo até o lucro começar a chegar.

Porém, é preciso lembrar, como alertou Renato, que melhor do que começar, é terminar. O gosto da vitória, do dever cumprido, alimenta a alma do homem. Traz felicidade e um senso de realização.

O problema de não se concluir os projetos pessoais é que, chegará um momento em que nem você acreditará em seu próprio potencial. Você deixa de ter credibilidade - até para si mesmo.

Por isso, a dica de ouro dada por Renato é: “Antes de começar uma coisa, seja muito cuidadoso em analisar, avaliar, o que você vai começar. Se você se propõe fazer algo, então, pense primeiro. Porque se eu vou começar é para terminar.”

Outra dica para você tomar nota é: tenha a visão de onde você quer chegar, mas foque-se no que você pode (e deve) fazer agora. Por exemplo, se você vai começar um negócio, saiba identificar o seu objetivo de longo prazo, mas se preocupe apenas com o próximo passo do momento presente. Ficar paralisado, sem agir, também não ajuda. A pergunta que você deve ter em mente é: “O que eu preciso fazer agora?”.

Acredite, amigo, ser irremediavelmente perseverante vai fazer muito bem para a sua vida. Não é teimosia, que é insistir no erro, é perseverança, que é insistir no que é certo por mais que demore. É assim que você realiza tudo na vida.

Projeto IntelliMen

Se você, homem, deseja se tornar uma pessoa ainda melhor, além das palestras mensais (a próxima ocorrerá no dia 7 de julho, no Templo de Salomão e em todo o Brasil), você também pode participar do Projeto IntelliMen. São 53 desafios que lhe ajudarão no desenvolvimento pessoal. Clique aqui, para saber mais.

Você participou da palestra de junho? Deixe o seu comentário na página oficial do IntelliMen no Facebook contando a sua experiência:

Compartilhe nas redes sociais.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo