USA
 

Ele tem a personalidade que você deseja em um homem?

Além do caráter, é importante saber como ele se projeta para as outras pessoas

Se você não sabe aonde quer ir, qualquer caminho serve. Já dizia Lewis Carroll, poeta, matemático e romancista britânico. Na vida amorosa não é diferente. Se desconhecemos a direção por onde andamos, no fim da caminhada, podemos chegar a lugares que não desejamos estar. 

Quando homens e mulheres se casam, com certeza, não pensam em se separar. Mas em todo o mundo milhares de divórcios são assinados todos os dias, o que prova que nem todos sabem como evitar que isso aconteça. E os principais motivos não são a descoberta de uma traição, as mentiras ou agressões. A queixa mais comum é a tal da incompatibilidade de gênios.

As pessoas se relacionam, se casam e depois se separam alegando diferenças irreconciliáveis. Minha avó, por exemplo, conheceu meu avô por correspondência e se casou com ele tendo pouquíssimo contato. Ela sim podia dizer, após o casamento, que na convivência identificaram grande incompatibilidade. Mas e hoje? O que leva as pessoas a se casarem e depois se surpreenderem com o jeito do outro, a ponto de não suportarem a convivência?

O que acontece é que as pessoas não sabem aonde querem chegar. Elas não conhecem a si mesmas e por isso não sabem o que esperar do outro. No livro Namoro Blindado, Renato e Cristiane Cardoso trazem uma importante reflexão quanto aos tipos de personalidade.  Cada um de nós tem uma predominante e alguns traços das demais.

“Personalidade é a parte externa de nós mesmos. Tem a ver com a maneira que nos projetamos para os outros, como fazemos os outros reagirem a nós”, citam no livro.

 Em um relacionamento fica mais fácil decidir se aquele é o caminho a seguir, ou seja, se aquela é a pessoa com quem você quer de verdade passar o resto da vida, se antes, lá no namoro, o casal puder conhecer os traços da personalidade um do outro e identificar quais as características se encaixam, em quais delas será necessário e possível fazer alguns ajustes e concessões e ainda verificar as que são insuportáveis e até impossíveis de lidar.

 “Todos os tipos de personalidade têm suas vantagens e seus defeitos. Quando não sabe lidar com a pessoa, você erra tentando mudá-la e fazê-la ser do seu jeito. Queremos que os outros sejam parecidos conosco, por isso tentamos mudar o parceiro. O problema é que isso não funciona. Temos de conhecer a nós mesmos e também o outro e cada um deve procurar atender às necessidades do outro, sem tentar mudá-lo”, escrevem em outro trecho.

Mais atenção!

Conhecer a personalidade (confira nos quadros quatro tipos descritos no livro "Namoro Blindado") não é uma receita milagrosa para que você encontre o par perfeito, a alma gêmea ou a tampa de sua panela. É preciso também considerar o caráter da pessoa, o comprometimento dela com Deus e se ela respeita as coisas que você valoriza. “A chave aqui é: dadas as diferenças de personalidade, vocês estarão dispostos a sacrificar um pelo outro durante toda a vida?”, questionam os autores da publicação.

Antes de responder sim ou não, aprenda um pouco mais sobre si mesmo e o outro, gaste tempo investindo no seu relacionamento. O livro Namoro Blindado pode ser um importante guia nesta jornada.

Realizadores: precisam de reconhecimento, elogio e permissão para realizar seus projetos

Perfeccionistas: querem que as pessoas sejam sensíveis aos seus sentimentos e opiniões; precisam de tempo para fazer as coisas direito, como acham que elas merecem ser feitas, querem alguém que lhes ouça, entenda e
mostre empatia

Sociais: precisam de atenção, companhia, aceitação e aprovação à sua maneira de ser

Pacíficos: como não pedem muito, o mínimo que querem é respeito por quem são, não force demais a barra com eles

O Godllywood visa auxiliar mulheres em toda e qualquer situação, desde que ela deseje realmente ser auxiliada e moldada para uma mulher melhor. Conheça mais sobre o grupo e saiba como participar dos projetos clicando aqui.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo