USA
 

"Ela não mede esforços para alcançar seus objetivos"

A atriz Sthefany Brito fala das maldades de sua personagem, a princesa Nitócris, na novela O Rico e Lázaro

Entre as vilãs da novela O Rico e Lázaro, da Record TV, a princesa Nitócris é uma das que mais chamam atenção. A personagem é egoísta, mimada e tem o temperamento forte, bem semelhante ao do pai, o rei Nabucodonosor (Heitor Martinez). 

Na trama, Nitócris é arrogante e tem uma ambição desmedida por luxo, riqueza e poder. Para conseguir o que quer, ela é capaz de mentir e trapacear com naturalidade até mesmo para prejudicar os próprios irmãos. Com valores tão distorcidos, a princesa é responsável por parte das crueldades feitas no reino da Babilônia.

Em entrevista à Folha Universal, a atriz Sthefany Brito mostra que é difícil defender sua personagem. “Ela é uma mulher muito ambiciosa e não mede esforços para alcançar seus objetivos, mas também é uma mulher apaixonada pelo filho e pelo marido. Ela passa por cima de muitos valores para conseguir o que quer, ela é uma personagem muito mais do mal do que do bem”, brinca.

Nitócris é o primeiro papel de Sthefany em uma novela da Record TV e também sua primeira personagem em uma novela bíblica. A atriz, que estreou na televisão aos 12 anos, diz que é “uma grande experiência” contar uma história bíblica na televisão aberta. Entretanto, ela faz questão de destacar que tem personalidade bem diferente da princesa babilônica. “Ela acredita nos deuses e não tem tanta fé. Eu acredito em Deus e tenho muita fé!”, afirma.

Irmãos

Na novela da Record TV, Sthefany atua ao lado do irmão, Kayky Brito, que interpreta o príncipe Evil-Merodaque. Ao contrário da princesa maldosa, o filho de Nabucosonosor é um rapaz simples, bondoso e pacífico. A atriz conta que está feliz de trabalhar com o irmão. “Este é um dos grandes presentes que a novela está me dando. É uma pena que nossos personagens não se dão muito bem na história, temos poucas cenas juntos. Nitócris acha Evil-Merodaque um fraco e ele acha que ela é maluca”, disse a atriz ao Jornal da Record. Embora os dois personagens sejam bem diferentes, nos bastidores da trama o clima entre os irmãos é de muita parceria.

Cada vez mais má

Nitócris é capaz de pequenas e grandes crueldades. Em uma das cenas, ela fala mal do irmão para a pretendente dele, Shamiran (Gabriela Moreyra). Em outra, ela sente inveja quando sua mãe, a rainha Amitis (Adriana Garambone), elogia Shamiran. A princesa também vai chantagear a sacerdotisa Sammu-Ramat (Christine Fernandes) e tratar mal o marido, Nabonido (Augusto Garcia). As maldades vão piorar à medida que os capítulos da novela avancem, adianta Sthefany. “Acho que daqui para a frente as pessoas vão começar a sentir raiva dela por todas as maldades que ela vai fazer! Mas já tenho visto pessoas torcendo por ela, então acho que tudo pode acontecer.”

Sthefany lembra que o objetivo da personagem é ser rainha. “Acontece uma evolução da maldade. Ela é má no sentido de que o sonho da vida dela é ser rainha da Babilônia, mas tem algumas pessoas no caminho. Então, ela fica fazendo coisas para que a esposa do irmão não consiga engravidar e para que a irmã (Kassaia, interpretada por Pérola Faria) não tenha um casamento feliz”, resumiu, durante entrevista a Fábio Porchat em seu programa na emissora.

Bastidores

Sthefany acrescenta que o ritmo de gravações é intenso e fala da boa relação com os outros atores. “Estamos em um ritmo superacelerado e acabamos convivendo muito, tem sido uma delícia! Com certeza fiz amigos que manterei depois da novela.” Além do irmão, a atriz também contracena com Heitor Martinez, Adriana Garambone, Augusto Garcia, Pérola Faria, João Barreto, Vera Zimmermann, Cassio Scapin e Fran Fischer, entre outros. Com texto de Paula Richard e direção geral de Edgard Miranda, a novela O Rico e Lázaro vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 20h45, na tela da Record TV.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo