USA
 

Leia a Bíblia em 1 ano - 80º dia

Êxodo 31, João 11 e Provérbios 8

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento...”  Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Êxodo 31

1. Depois falou o Senhor a Moisés, dizendo:

2. Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá,

3. E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor,

4. Para elaborar projetos, e trabalhar em ouro, em prata, e em cobre,

5. E em lapidar pedras para engastar, e em entalhes de madeira, para trabalhar em todo o lavor.

6. E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, o filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todos aqueles que são hábeis, para que façam tudo o que te tenho ordenado.

7. A saber: a tenda da congregação, e a arca do testemunho, e o propiciatório q u e estará sobre ela, e todos os pertences da tenda;

8. E a mesa com os seus utensílios, e o candelabro de ouro puro com todos os seus pertences, e o altar do incenso;

9. E o altar do holocausto com todos os seus utensílios, e a pia com a sua base;

10. E as vestes do ministério, e as vestes sagradas de Arão o sacerdote, e as vestes de seus filhos, para administrarem o sacerdócio;

11. E o azeite da unção, e o incenso aromático para o santuário; farão conforme a tudo que te tenho mandado.

12. Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:

13. Tu, pois, fala aos filhos de Israel, dizendo: Certamente guardareis meus sábados; porquanto isso é um sinal entre mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que eu sou o Senhor, que vos santifica.

14. Portanto guardareis o sábado, porque santo é para vós; aquele que o profanar certamente morrerá; porque qualquer que nele fizer alguma obra, aquela alma será eliminada do meio do seu povo.

15. Seis dias se trabalhará, porém o sétimo di a é o sábado do descanso, santo ao Senhor; qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho, certamente morrerá.

16. Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua.

17. Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se.

18. E deu a Moisés (quando acabou de falar com ele no monte Sinai) as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.

João 11

1. Estava, porém, enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta.

2. E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com ungüento, e lhe tinha enxugado os pés com os seus cabelos, cujo irmão Lázaro estava enfermo.

3. Mandaram-lhe, pois, suas irmãs dizer: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas.

4. E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.

5. Ora, Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro.

6. Ouvindo, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.

7. Depois disto, disse aos seus discípulos: Vamos outra vez para a Judéia.

8. Disseram-lhe os discípulos: Rabi, ainda agora os judeus procuravam apedrejar-te, e tornas para lá?

9. Jesus respondeu: Não há doze horas no dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo;

10. Mas, se andar de noite, tropeça, porque nele não há luz.

11. Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono.

12. Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo.

13. Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam que falava do repouso do sono.

14. Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;

15. E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis; mas vamos ter com ele.

16. Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.

17. Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.

18. (Ora Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios.)

19. E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.

20. Ouvindo, pois, Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa.

21. Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

22. Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.

23. Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

24. Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia.

25. Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

26. E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?

27. Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

28. E, dito isto, partiu, e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está cá, e chama-te.

29. Ela, ouvindo isto, levantou-se logo, e foi ter com ele.

30. (Pois, Jesus ainda não tinha chegado à aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.)

31. Vendo, pois, os judeus, que estavam com ela em casa e a consolavam, que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali.

32. Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

33. Jesus pois, quando a viu chorar, e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito, e perturbou-se.

34. E disse: Onde o pusestes? Disseramlhe: Senhor, vem, e vê.

35. Jesus chorou.

36. Disseram, pois, os judeus: Vede como o amava.

37. E alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também com que este não morresse?

38. Jesus, pois, movendo-se outra vez muito em si mesmo, veio ao sepulcro; e era uma caverna, e tinha uma pedra posta sobre ela.

39. Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é de quatro dias.

40. Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

41. Tiraram, pois, a pedra de onde o defunto jazia. E Jesus, levantando os olhos para cima, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido.

42. Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isto por causa da multidão que está em redor, para que creiam que tu me enviaste.

43. E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora.

44. E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

45. Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele.

46. Mas alguns deles foram ter com os fariseus, e disseram-lhes o que Jesus tinha feito.

47. Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos? porquanto este homem faz muitos sinais.

48. Se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação.

49. E Caifás, um deles que era sumo sacerdote naquele ano, lhes disse: Vós nada sabeis,

50. Nem considerais que nos convém que um homem morra pelo povo, e que não pereça toda a nação.

51. Ora ele não disse isto de si mesmo, mas, sendo o sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus devia morrer pela nação.

52. E não somente pela nação, mas também para reunir em um corpo os filhos de Deus que andavam dispersos.

53. Desde aquele dia, pois, consultavam-se para o matarem.

54. Jesus, pois, já não andava manifestamente entre os judeus, mas retirou-se dali para a terra junto do deserto, para uma cidade chamada Efraim; e ali ficou com os seus discípulos.

55. E estava próxima a páscoa dos judeus, e muitos daquela região subiram a Jerusalém antes da páscoa para se purificarem.

56. Buscavam, pois, a Jesus, e diziam uns aos outros, estando no templo: Que vos parece? Não virá à festa?

57. Ora, os principais dos sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem para que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para o prenderem.

Provérbios 8

1. Não clama porventura a sabedoria, e a inteligência não faz ouvir a sua voz?

2. No cume das alturas, junto ao caminho, nas encruzilhadas das veredas se posta.

3. Do lado das portas da cidade, à entrada da cidade, e à entrada das portas está gritando:

4. A vós, ó homens, clamo; e a minha voz se dirige aos filhos dos homens.

5. Entendei, ó simples, a prudência; e vós, insensatos, entendei de coração.

6. Ouvi, porque falarei coisas excelentes; os meus lábios se abrirão para a eqüidade.

7. Porque a minha boca proferirá a verdade, e os meus lábios abominam a impiedade.

8. São justas todas as palavras da minha boca: não há nelas nenhuma coisa tortuosa nem pervertida.

9. Todas elas são retas para aquele que as entende bem, e justas para os que acham o conhecimento.

10. Aceitai a minha correção, e não a prata; e o conhecimento, mais do que o ouro fino escolhido.

11. Porque melhor é a sabedoria do que os rubis; e tudo o que mais se deseja não se pode comparar com ela.

12. Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e acho o conhecimento dos conselhos.

13. O temor do Senhor é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio.

14. Meu é o conselho e a verdadeira sabedoria; eu sou o entendimento; minha é a fortaleza.

15. Por mim reinam os reis e os príncipes decretam justiça.

16. Por mim governam príncipes e nobres; sim, todos os juízes da terra.

17. Eu amo aos que me amam, e os que cedo me buscarem, me acharão.

18. Riquezas e honra estão comigo; assim como os bens duráveis e a justiça.

19. Melhor é o meu fruto do que o ouro, do que o ouro refinado, e os meus ganhos mais do que a prata escolhida.

20. Faço andar pelo caminho da justiça, no meio das veredas do juízo.

21. Para que faça herdar bens permanentes aos que me amam, e eu encha os seus tesouros.

22. O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos, desde então, e antes de suas obras.

23. Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra.

24. Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas.

25. Antes que os montes se houvessem assentado, antes dos outeiros, eu fui gerada.

26. Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem o princípio do pó do mundo.

27. Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo;

28. Quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo,

29. Quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra.

30. Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;

31. Regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens.

32. Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos.

33. Ouvi a instrução, e sede sábios, não a rejeiteis.

34. Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.

35. Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do Senhor.

36. Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.

 

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 79º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 81º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. 

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo