USA
 

Leia a Bíblia em 1 ano - 79º dia

Êxodo 30, João 10 e Provérbios 7

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento...”  Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Êxodo 30

1. E farás um altar para queimar o incenso; de madeira de acácia o farás.

2. O seu comprimento será de um côvado, e a sua largura de um côvado; será quadrado, e dois côvados a sua altura; dele mesmo serão as suas pontas.

3. E com ouro puro o forrarás, o seu teto, e as suas paredes ao redor, e as suas pontas; e lhe farás uma coroa de ouro ao redor.

4. Também lhe farás duas argolas de ouro debaixo da sua coroa; nos dois cantos as farás, de ambos os lados; e serão para lugares dos varais, com que será levado.

5. E os varais farás de madeira de acácia, e os forrarás com ouro.

6. E o porás diante do véu que está diante da arca do testemunho, diante do propiciatório, que está sobre o testemunho, onde me ajuntarei contigo.

7. E Arão sobre ele queimará o incenso das especiarias; cada manhã, quando puser em ordem as lâmpadas, o queimará.

8. E, acendendo Arão as lâmpadas à tarde, o queimará; este será incenso contínuo perante o Senhor pelas vossas gerações.

9. Não oferecereis sobre ele incenso estranho, nem holocausto, nem oferta; nem tampouco derramareis sobre ele libações.

10. E uma vez no ano Arão fará expiação sobre as suas pontas com o sangue do sacrifício das expiações; uma vez no ano fará expiação sobre ele pelas vossas gerações; santíssimo é ao Senhor.

11. Falou mais o Senhor a Moisés dizendo:

12. Quando fizeres a contagem dos filhos de Israel, conforme a sua soma, cada um deles dará ao Senhor o resgate da sua alma, quando os contares; para que não haja entre eles praga alguma, quando os contares.

13. Todo aquele que passar pelo arrolamento dará isto: a metade de um siclo, segundo o siclo do santuário (este siclo é de vinte geras); a metade de um siclo é a oferta ao Senhor.

14. Qualquer que passar pelo arrolamento, de vinte anos para cima, dará a oferta alçada ao Senhor.

15. O rico não dará mais, e o pobre não dará menos da metade do siclo, quando derem a oferta alçada ao Senhor, para fazer expiação por vossas almas.

16. E tomarás o dinheiro das expiações dos filhos de Israel, e o darás ao serviço da tenda da congregação; e será para memória aos filhos de Israel diante do Senhor, para fazer expiação por vossas almas.

17. E falou o Senhor a Moisés, dizendo:

18. Farás também uma pia de cobre com a sua base de cobre, para lavar; e a porás entre a tenda da congregação e o altar; e nela deitarás água.

19. E Arão e seus filhos nela lavarão as suas mãos e os seus pés.

20. Quando entrarem na tenda da congregação, lavar-se-ão com água, para que não morram, ou quando se chegarem ao altar para ministrar, para acender a oferta queimada ao Senhor.

21. Lavarão, pois, as suas mãos e os seus pés, para que não morram; e isto lhes será por estatuto perpétuo a ele e à sua descendência nas suas gerações.

22. Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:

23. Tu, pois, toma para ti das principais especiarias, da mais pura mirra quinhentos siclos, e de canela aromática a metade, a saber, duzentos e cinquenta siclos, e de cálamo aromático duzentos e cinqüenta siclos,

24. E de cássia quinhentos siclos, segundo o siclo do santuário, e de azeite de oliveiras um him.

25. E disto farás o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção.

26. E com ele ungirás a tenda da congregação, e a arca do testemunho,

27. E a mesa com todos os seus utensílios, e o candelabro com os seus utensílios, e o altar do incenso.

28. E o altar do holocausto com todos os seus utensílios, e a pia com a sua base.

29. Assim santificarás estas coisas, para que sejam santíssimas; tudo o que tocar nelas será santo.

30. Também ungirás a Arão e seus filhos, e os santificarás para me administrarem o sacerdócio.

31. E falarás aos filhos de Israel, dizendo: Este me será o azeite da santa unção nas vossas gerações.

32. Não se ungirá com ele a carne do homem, nem fareis outro de semelhante composição; santo é, e será santo para vós.

33. O homem que compuser um perfume como este, ou dele puser sobre um estranho, será extirpado do seu povo.

34. Disse mais o Senhor a Moisés: Toma especiarias aromáticas, estoraque, e onicha, e gálbano; estas especiarias aromáticas e o incenso puro, em igual proporção;

35. E disto farás incenso, um perfume segundo a arte do perfumista, temperado, puro e santo;

36. E uma parte dele moerás, e porás diante do testemunho, na tenda da congregação, onde eu virei a ti; coisa santíssima vos será.

37. Porém o incenso que fareis conforme essa composição, não o fareis para vós mesmos; santo será para o Senhor.

38. O homem que fizer tal como este para cheirar, será extirpado do seu povo.

João 10

1. Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.

2. Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.

3. A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.

4. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.

5. Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.

6. Jesus disse-lhes esta parábola; mas eles não entenderam o que era que lhes dizia.

7. Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas.

8. Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram.

9. Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.

10. O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

11. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.

12. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas.

13. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas.

14. Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.

15. Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas.

16. Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor.

17. Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la.

18. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai.

19. Tornou, pois, a haver divisão entre os judeus por causa destas palavras.

20. E muitos deles diziam: Tem demônio, e está fora de si; por que o ouvis?

21. Diziam outros: Estas palavras não são de endemoninhado. Pode, porventura, um demônio abrir os olhos aos cegos?

22. E em Jerusalém havia a festa da dedicação, e era inverno.

23. E Jesus andava passeando no templo, no alpendre de Salomão.

24. Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dizeno-lo abertamente.

25. Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim.

26. Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como vo-lo tenho dito.

27. As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem;

28. E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.

29. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.

30. Eu e o Pai somos um.

31. Os judeus pegaram então outra vez em pedras para o apedrejar.

32. Respondeu-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas procedentes de meu Pai; por qual destas obras me apedrejais?

33. Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.

34. Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses?

35. Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida, e a Escritura não pode ser anulada,

36. Àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?

37. Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis.

38. Mas, se as faço, e não credes em mim, crede nas obras; para que conheçais e acrediteis que o Pai está em mim e eu nele.

39. Procuravam, pois, prendê-lo outra vez, mas ele escapou-se de suas mãos,

40. E retirou-se outra vez para além do Jordão, para o lugar onde João tinha primeiramente batizado; e ali ficou.

41. E muitos iam ter com ele, e diziam: Na verdade João não fez sinal algum, mas tudo quanto João disse deste era verdade.

42E muitos ali creram nele.

Provérbios 7

1. Filho meu, guarda as minhas palavras, e esconde dentro de ti os meus mandamentos.

2. Guarda os meus mandamentos e vive; e a minha lei, como a menina dos teus olhos.

3. Ata-os aos teus dedos, escreve-os na tábua do teu coração.

4. Dize à sabedoria: Tu és minha irmã; e à prudência chama de tua parenta,

5. Para que elas te guardem da mulher alheia, da estranha que lisonjeia com as suas palavras.

6. Porque da janela da minha casa, olhando eu por minhas frestas,

7. Vi entre os simples, descobri entre os moços, um moço falto de juízo,

8. Que passava pela rua junto à sua esquina, e seguia o caminho da sua casa;

9. No crepúsculo, à tarde do dia, na tenebrosa noite e na escuridão.

10. E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia de coração.

11. Estava alvoroçada e irrequieta; não paravam em sua casa os seus pés.

12. Foi para fora, depois pelas ruas, e ia espreitando por todos os cantos;

13. E chegou-se para ele e o beijou. Com face impudente lhe disse:

14. Sacrifícios pacíficos tenho comigo; hoje paguei os meus votos.

15. Por isto saí ao teu encontro a buscar diligentemente a tua face, e te achei.

16. Já cobri a minha cama com cobertas de tapeçaria, com obras lavradas, com linho fino do Egito.

17. Já perfumei o meu leito com mirra, aloés e canela.

18. Vem, saciemo-nos de amores até à manhã; alegremo-nos com amores.

19. Porque o marido não está em casa; foi fazer uma longa viagem;

20. Levou na sua mão um saquitel de dinheiro; voltará para casa só no dia marcado.

21. Assim, o seduziu com palavras muito suaves e o persuadiu com as lisonjas dos seus lábios.

22. E ele logo a segue, como o boi que vai para o matadouro, e como vai o insensato para o castigo das prisões;

23. Até que a flecha lhe atravesse o fígado; ou como a ave que se apressa para o laço, e não sabe que está armado contra a sua vida.

24. Agora pois, filhos, dai-me ouvidos, e estai atentos às palavras da minha boca.

25. Não se desvie para os caminhos dela o teu coração, e não te deixes perder nas suas veredas.

26. Porque a muitos feridos derrubou; e são muitíssimos os que por causa dela foram mortos.

27. A sua casa é caminho do inferno que desce para as câmaras da morte.

 

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

 

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 78º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 80º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. 

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo