USA
 

"Casamento não é fábrica de felicidade"

Muitas mulheres procuram no matrimônio a felicidade que tanto querem

Se eu disser para você que está solteira que seu príncipe encantado chegará a qualquer momento cavalgando um lindo cavalo branco, talvez você me responda: “que bobagem, príncipe encantado não existe!” 

Contudo, toda vez que você deposita em alguém (ou no relacionamento) a probabilidade de ser feliz é como se acreditasse em conto de fadas.

Quantas mulheres pensam que precisam “encontrar a pessoa certa” para serem realizadas? Muitas. Caia na real. Você acredita que só será feliz ao se casar?

Reavalie seus conceitos

O livro Namoro Blindado – O Seu Namoro à Prova de Coração Partido traz conselhos e dicas práticas para quem quer ser bem-sucedido nessa área. Nele, os autores Renato e Cristiane Cardoso comentam mais esse assunto. “Se você já não é feliz antes de se casar, provavelmente não será depois. Se não é completo antes do casamento, continuará incompleto depois”, citam em um dos trechos da publicação. É por isso que o casal aconselha os leitores que não entrem em um relacionamento sem que estejam bem resolvidos.

Para eles, um dos segredos que proporcionam o acerto no relacionamento é o fato de o marido e a mulher serem realizados como indivíduos antes de se casarem. “Duas pessoas completas, separadamente, fazem um casamento feliz. O contrário também é verdade: se uma pessoa (ou ambas) for incompleta, o casamento costuma ter sérios problemas.”

Antes de encontrar alguém, é preciso que você esteja bem. É necessário aprender a se valorizar, se amar primeiro. Você não acha injusto depositar no parceiro a responsabilidade de brindá-la com a felicidade, se nem você se faz feliz?

No livro, os autores contam que “ao chegar no casamento, devemos ser pessoas equilibradas e felizes o suficiente para podermos compartilhar coisas boas com nosso parceiro. Se você se casar para resolver seus problemas, possivelmente estará colocando um fardo demasiadamente pesado para seu parceiro carregar. E fará da vida dele (e da sua) uma tortura.

Infelizmente, é isso que muita gente faz. Por isso temos tantos casais por aí em que um parceiro tem que carregar o outro, engolir sapos, sofrer humilhações, dar uma de psicólogo para resolver os traumas... Casamento não é uma fábrica de felicidade nem oficina de consertar pessoas infelizes.”

Estar seguro de si e estável emocionalmente como pessoa é essencial para passar pelos altos e baixos de quaisquer relacionamentos e vencer todos. Casamento não é mergulhar em um profundo mar de rosas. Se tem alegrias, somas e tantas coisas boas, também tem desafios, adaptações e renúncias. Não é uma loteria, não é sorte, é dedicação.

Em vez de se preocupar com o “homem ideal” ou com a “pessoa certa”, que parece não chegar nunca, invista em você mesma. Viva sua vida de maneira equilibrada, permita se fazer feliz tendo alguém ao seu lado ou não. E lembre-se: casamento não cura a infelicidade de ninguém.

Um relacionamento bem-sucedido começa em você

É preciso entender que o relacionamento começa por você e não quando se está com uma aliança no dedo. Se você está bem, a probabilidade de o relacionamento ir bem aumenta, e muito. Por isso, não deixe de investir e de fazer o que gosta ainda na condição de solteira. Até porque, se você não faz o mínimo por si mesma, como fará por alguém? Saiba tirar o máximo proveito da sua solteirice, de forma saudável e equilibrada, mantendo por perto boas amizades, criando bons momentos em família, viajando, lendo bons livros e amadurecendo como pessoa. Busque se definir, se organizar e, sobretudo, se resolver interiormente. Esse também pode ser um bom momento para rever seus conceitos e saber mais da vontade de Deus para sua vida. A leitura da Bíblia e as orações diárias são essenciais para essa comunhão. São atitudes que a farão ficar pronta e segura para assumir um relacionamento de sucesso no futuro

O Godllywood visa auxiliar mulheres em toda e qualquer situação, desde que ela deseje realmente ser auxiliada e moldada para uma mulher melhor. Conheça mais sobre o grupo e saiba como participar dos projetos clicando aqui.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo