USA
 

“Não derramei uma lágrima pelas pessoas inocentes que matei”

Autor de massacre em igreja norte-americana é declarado culpado

Dylann Roof (foto), de apenas 22 anos, é o responsável pelo maior massacre racista da história recente dos Estados Unidos. Em junho de 2015, ele entrou em uma tradicional igreja protestante da comunidade negra na Carolina do Sul e disparou contra os presentes. Ele, que é partidário declarado do nazismo e do Ku Klux Klan (organização racista), matou nove pessoas e feriu uma.

Durante audiência, a promotoria apresentou uma nota escrita pelo assassino na qual ele deixa claro que não se arrepende do crime. “Não derramei uma lágrima pelas pessoas inocentes que matei. Lamento pelas crianças brancas inocentes que são forçadas a viver neste país doente e lamento pelas pessoas brancas inocentes que morrem diariamente nas mãos de raças inferiores”, escreveu. Um júri de 12 pessoas o declarou culpado.

A frieza e o ódio mostrados por Dylann assustam. Ele foi capaz de cometer um crime brutal tendo o racismo como motivação. Para piorar, não vê nada de errado no que fez, o que torna impossível o seu arrependimento. Infelizmente, se continuar pensando dessa forma, Roof não terá como ser verdadeiramente salvo, já que a Salvação da alma depende do arrependimento dos pecados (leia na Bíblia Lucas 24.47). “Não há arrependimento sem o sacrifício do abandono do pecado. Logo, não há Salvação sem o sacrifício de negar-se os prazeres da carne”, explica o bispo Edir Macedo.

O bispo ainda acrescenta que há 3 passos para o alcançar o arrependimento: reconhecimento, confissão e abandono do pecado.

Veja mais sobre o assunto no vídeo abaixo:

Você tem encontrado dificuldade em se arrepender ou perdoar? Compareça aos encontros de quarta-feira na Universal e busque forças e direção de Deus para alcançar a Salvação. Clique aqui para procurar o endereço da igreja mais próxima de sua casa.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Anterior Próximo