USA
 

Qual o nível da sua entrega a Deus?

A transformação da sua vida depende do quanto ela está à disposição dEle. Saiba como fazer para oferecê-la por completo

É comum ouvir entre os cristãos a expressão “minha vida está entregue a Deus”. Mas, será que essa entrega sempre acontece de forma incondicional e completa? Infelizmente, não. Muitas pessoas buscam a Deus, mas não colocam suas vidas à disposição dEle, da maneira que O agrada. 

Muitos cristãos frequentam correntes, fazem orações, jejuns, propósitos, grandes ofertas e sacrifícios que expressam a fé, mas ainda não possuem total compromisso com Deus. Infelizmente, estão mais preocupados em receber bênçãos do que ter uma vida disposta a Ele.

É claro que é importante conquistar em todas as áreas, até mesmo para testemunhar a grandeza de Deus. Mas é preciso expressar a fé além de votos, dízimos e ofertas, sacrificando não apenas um valor monetário, mas toda a sua vida a Ele. Significa doar seu corpo, sua alma e seu espírito para que Ele se aposse deles.

Em uma reunião no Templo de Salomão, o Bispo Edir Macedo comparou a entrega de uma pessoa a Deus com a dos cônjuges no casamento. “Quando amamos uma pessoa de verdade, entregamos o nosso melhor para ela, sacrificamos as nossas vontades para agradá-la. Porém, quando você deixa de sacrificar o seu eu, o que acontece? Separação. Com Deus não é diferente. Ele é grande e poderoso para resolver o problema de todas as pessoas, porém, Ele só age na vida daqueles que se entregam sem limites, incondicionalmente.”

A prática da Palavra

Como então entregar-se no Altar da forma correta? É preciso obediência e submissão à prática da Palavra de Deus. É negar os desejos da “carne”, os erros, os pecados com o objetivo de seguir o que Ele deixou escrito.
O Bispo Macedo disse que para se entregar totalmente a Deus é preciso escolher fazer o que O agrada. “De que adianta eu me colocar na disposição de servo, se eu continuar agradando ao diabo com meus erros? Então, é preciso se definir, se você não é quente nem frio, não é barro nem tijolo, está com um pé no céu e outro na terra. Você não pode viver com essa vida dúbia, mas tem que assumir o compromisso com Deus”, ensinou.

Para isso acontecer, é preciso lutar contra as emoções, impedir que os seus desejos o dominem e não viver mais pelas circunstâncias, mas apenas pela fé. Você passa a oferecer a Deus tudo o que faz parte de sua vida, como sonhos, conquistas, planos, etc. Na prática, abdica de más amizades, do orgulho, dos maus sentimentos e dos comportamentos negativos e se submete a Ele por inteiro.

Quando essas atitudes são tomadas, a pessoa não tem mais limitações dentro dela que a impedem de ter um relacionamento íntimo com Deus. Então, ela é completamente abençoada. Ao vencer a si mesma, ela torna-se vencedora em todas as áreas. “Não é que você não tem que ter pecados para ser atendida por Deus. Se manifestar a fé, será atendido. Mas o que faz realmente a diferença na sua vida é a sua entrega total, a sua honra a Deus, seu respeito para com Ele, seu temor para com o Altíssimo”, esclareceu o Bispo.

Contudo, se não há esse sacrifício espiritual, não há como a vida da pessoa ser transformada totalmente. Ela até recebe as bênçãos de Deus, porque expressou a sua fé no Altar, mas não conseguirá mantê-las. Então, para ela perder o que conquistou é um passo, como aconteceu com Adão e Eva no Jardim do Éden. Eles perderam o Paraíso por não obedecerem a Deus.

A recompensa

Ao sacrificar no Altar o seu corpo, sua alma e seu espírito para Deus, a pessoa recebe não apenas as bênçãos que deseja, mas tudo o que Ele tem para lhe dar, como uma troca. Ela passa a conhecê-Lo em Sua totalidade, porque Ele se apossa do seu “eu” como um todo e, então, derrama no seu interior o Seu Espírito. 

A pessoa pode até ter tido experiências com o poder de Deus enquanto manifestou a fé do sacrifício no Altar, mas é quando ela se entrega sem reservas que é batizada com o Espírito Santo e vive a experiência mais pessoal com Ele.
Dessa forma, A obra de Deus na vida dessa pessoa passa a ser completa. Ela conquista a libertação dos problemas, o poder de Deus para obter vitórias e a Salvação. Então, acaba sendo totalmente transformada por Ele, com um caráter, personalidade e exemplo de vida irreconhecíveis.

Portanto, ao se apresentar no Altar do sacrifício (veja mais sobre o Altar na página 4), mantenha-se preocupado não apenas com a entrega material, mas com a entrega do seu interior. Isso é o que irá trazer a resposta de Deus e a certeza de que a presença dEle estará sempre com você.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo