USA
 

“Não há diferença entre um cristão que compra um atestado médico e uma prostituta que vende o seu corpo”

Entenda por que muitos não são honrados por Deus

“Se alguém Me serve, siga-Me, e onde Eu estiver, ali estará também o Meu servo. E, se alguém Me servir, Meu Pai o honrará.” João 12.26

Durante mensagem transmitida pela Rede Aleluia de rádio, o bispo Edir Macedo citou o versículo acima para alertar sobre a conduta de muitas pessoas que se dizem cristãs, mas que têm comportamentos muito aquém do caráter de um verdadeiro servo de Deus.

Pessoas essas que estão dentro da Igreja, até possuem cargos na instituição que frequentam, mas não honram a Deus com as suas vidas. São egoístas e pensam apenas no seu próprio bem-estar. Querem, exclusivamente, se aproveitar das promessas do Senhor para beneficiarem a si próprias e as suas famílias.

“Qual a diferença entre um cristão que compra um atestado médico para justificar a falta no seu trabalho e uma prostituta que vende o seu corpo?  Eu creio que a prostituta é mais digna, porque a prostituta não conhece a Palavra de Deus, mas o cristão conhece”, destacou o bispo.

Faça uma autoanálise

Não se iluda, a pessoa que se diz cristã mas faz uso da mentira e do engano para tirar vantagem, na verdade está servindo ao diabo. É impossível alguém seguir a Verdade e viver na prática da mentira. Quem faz isso não é de Deus.

O bispo ainda orientou que, antes de cobrar de Deus as Suas bênçãos, a pessoa deve fazer uma autoanálise e, se encontrar algo que O desagrade, deve se arrepender e começar uma vida correta, diante dEle e dos homens.

O Espírito de Deus é verdade, é integridade, é justiça, é o próprio Deus dentro dos Seus verdadeiros servos. Quem tem o Espírito Santo vive na justiça.  Quando a pessoa diz que é serva do Altíssimo mas vive na mentira, é porque a vida dela não está no Altar. Essa é a razão de muitos não serem honrados por Deus.

Reflita: Se Jesus viesse hoje, você seria salvo?

Compartilhe nas redes sociais.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo