USA
 

Veja imagens que ilustram bem o terror vivido pelos refugiados sírios

E saiba o que isso tem a ver com você

Tags: reflexão

Desde o início do ano passado, o grupo extremista Estado Islâmico tem ganhado muito espaço na Síria por meio de armas e força física. Eles fazem uma perseguição religiosa brutal contra os moradores, torturando e matando.

Quando o Estado Islâmico avançou no território sírio, os habitantes ficaram desesperados e as pessoas começaram a fugir do lugar, até chegarem às divisas do país.

Com isso, os campos de refugiados ficaram superlotados, os suprimentos escassos, e as pessoas decidiram migrar para o continente mais próximo em busca de refúgio: a Europa – alguns buscam migrar para a América também. Desde janeiro, mais de 300 mil pessoas chegaram à Europa pelo mar Mediterrâneo. Um trajeto selvagem. Recentemente, por exemplo, o mundo ficou chocado com a morte dos irmãos Aylan, de 3 anos, e Galip Kurdi, de 5, cujos corpos foram encontrados em uma praia da Turquia. A mãe teria morrido com os meninos, sobrevivendo apenas o pai, Abdullah – a família pretendia ir para o Canadá.

A foto acima mostra o momento em que o corpo de Aylan foi encontrado na praia. A família estava em um barco que naufragou por causa das ondas fortes.

Em solo, a situação não é diferente. Em Keleti, Budapeste, a estação de trem está repleta de imigrantes que disputam espaço nos vagões em busca da sobrevivência. 

E em Bicske, na Hungria, as autoridades proibiram as pessoas de embarcar nos trens. A foto abaixo mostra uma família que tentou fugir da estação. O homem se preocupa em proteger a esposa e o filho.

Outra cena que marcou o mundo foi a de Abdul Halim Attar, um refugiado que vendia canetas enquanto segurava a filha dormindo no colo. A foto da cena (abaixo) foi amplamente divulgada nas redes socias.

Talvez você esteja pensando: “Mas o que isso tem a ver comigo?”

Acontece que a situação dessas pessoas nos incentiva a pensar em como, muitas vezes, não damos valor para a Palavra de Deus e para a vida que temos.

Quantos cristãos que viviam no Oriente Médio desejaram liberdade para falar do Senhor Jesus e não puderam? Quantas pessoas desejam, neste exato momento, ter uma condição mínima de vida e, no entanto, tiveram de fugir de suas casas, perderam entes queridos e trazem consigo apenas a roupa do corpo?

Se você está pensando em desistir de tudo, saiba que Deus deseja o melhor para a sua vida. Ainda que você esteja passando por inúmeros problemas, procure pela presença de Deus e não desanime. Participe dos encontros em uma Universal mais próxima de você – veja o endereço aqui. Não perca tempo.

O que você acha da situação dos refugiados na Europa? Deixe o seu comentário.

Comentários

Lembramos que este espaço é reservado somente para comentários referentes à matéria em questão. Somente comentários relevantes serão autorizados. Pedidos de oração e orientação podem ser feitos na página do Pastor Online: www.universal.org/pastoronline. Sugestões e reclamações podem ser enviados para redacao@sp.universal.org.br.

Nossas Sugestões

Nossas sugestões

x
Próximo